Último concurso nacional do Miss Universo 2017 será no dia 26 de novembro na Polônia e sucessora de Iris Mittenare deverá ser conhecida no dia 17 de dezembro, em Las Vegas


Francesa deverá encerrar 321 dias de reinado em arena inaugurada no ano passado, usada no Miss USA 2016

Da redação TV em Análise

Tony Tran Photography/PRNewsFoto/T-Mobile Arena/07.04.2016


A desistência de Manila em sediar a 66ª edição do Miss Universo deve obrigar a Miss Universe Organization a rever os planos para o certame. Certa de que tem um concurso marcado para novembro – o da Polônia será no dia 26, data inicialmente pensada para o Miss Universo 2017, a MUO não quer correr riscos e decidiu recolocar o Miss Universo 2017 na grade de dezembro. De acordo com fontes da organização do Miss Universo, a nova data trabalhada para o Miss Universo 2017 passará a ser de 17 de dezembro, a exatamente uma semana do Natal.
De acordo com a MUO, a realização do Miss Universo 2017 em Las Vegas é praticamente certa, faltando apenas decidir qual arena deverá receber o certame – a T-Mobile Arena, com capacidade para 12 mil espectadores no modo de eventos como o Miss Universo, o teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino ou o Mandalay Bay Enents Center, estes de capacidade menor de público (10 mil e 7 mil espectadores, respectivamente). Desses locais, apenas a T-Mobile Arena, inaugurada no ano passado, ainda não recebeu o Miss Universo – recebeu apenas o Miss USA 2016, realizado no dia 5 de junho de 2016. O Miss USA 2017 ocorreu em 14 de maio, no Mandalay Bay, que deverá ficar fora dos planos para o Miss Universo.
A remarcação do Miss Universo 2017 para o dia 17 de dezembro deve dar mais sobrevida ao reinado da francesa Iris Mittenaere, 24, que corria o risco de terminar seu reinado com 300 ou 301 dias. No novo organograma, Mittenaere voltará a ter 321 dias de reinado.
De acordo com cruzamento de dados feito pela redação do TV em Análise Críticas nos verbetes da Wikipedia em inglês e espanhol, 74 países e territórios estão confirmados até o momento para enviarem candidatas à disputa. 27 deles já elegeram ou indicaram suas competidoras. 41 marcaram as datas de seus certames e outros seis países não fecharam integralmente as datas dos concursos. Esse contingente poderá ser inflado com novas aclamações ou adições de datas de concursos nacionais nas próximas semanas.
O recorde de candidatas em uma edição simples do Miss Universo, de 89 candidatas, verificado em 2011 em São Paulo e repetido em 2012 em Las Vegas (The AXIS) permanece intocado.
Até o fechamento desta reportagem, a assessoria da Miss Universe Organizsation não tinha se manifestado de forma oficial tanto sobre a desistência das Filipinas quanto na definição de Las Vegas como sede da 66ª edição do Miss Universo.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s