Negociações para as Filipinas sediarem o Miss Universo 2017 começam na sexta-feira, 9 de junho, informa Dep. de Turismo


País caminha para sediar o concurso pela quarta vez, a segunda consecutiva

Da redação TV em Análise
Com ABS-CBN

Fotos Keystone/AFP/Getty Images


As negociações para que as Filipinas sediem a 66ª edição do concurso de Miss Universo terão início na sexta-feira (9), quando diretores da Miss Universe Organization já terão chegado a Manila para discutir os termos do acordo para a realização do certame, na manhã do dia 28 de novembro, uma terça-feira. A informação foi prestada na tarde desta quarta-feira (7) pela subsecretária do DOT, Kat de Castro, em uma entrevista coletiva, na sede do órgão, em Makati (região metropolitana de Manila).
De acordo com a subsecretária, os diretores da MUO, liderados pela presidenta da entidade Paula Shugart, participarão da reunião inicial e de um evento beneficente. A expectativa é de que o anúncio formal do país como sede do Miss Universo 2017 saia dentro de um mês.
As Filipinas receberam o Miss Universo por três vezes. Na primeira delas, em 21 de julho de 1974, o concurso foi realizado no Centro Cultural das Filipinas, erguido pelo ditador Ferdinando Marcos (1917-1989). Em 21 de maio de 1994, o concurso foi realizado no Centro Internacional de Convenções das Filipinas. O concurso de 2016 foi realizado na manhã de 30 de janeiro de 2017, na Mall of Asia Arena. Os três locais ficam em Pasay, que corre o risco de perder a sede do Miss Universo 2017 para outra cidade da Grande Manila. Boatos dão conta de que o concurso seria realizado no Araneta Coliseum, em Quezón City (13,5 km a nordeste da capital), mas o DOT não confirma essas informações.
De acordo com projeção do TV em Análise Críticas, a expectativa é que 75 países e territórios, no mínimo. O Brasil deve eleger sua candidata em uma data a ser definida entre 5 de agosto e 2 de setembro. Caso esse número se confirme, será o segundo menor contingente de candidatas verificado desde 2003, na Cidade do Panamá. Lá 71 candidatas competiram. No entanto, esse contingente deverá ser “inflado” por aclamações.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s