Há três décadas, Cecilia Bolocco era eleita Miss Universo 1987


Vitória de chilena no concurso iniciou o ocaso da ditadura de Pinochet

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação/27.05.1987


Então com 22 anos, Cecilia Bolocco Fonck não teve maiores problemas para ser eleita, há exatos 30 anos, Miss Universo 1987 no World Trade Center de Cingapura. Num concurso marcado pela abstenção de 14 países, Bolocco encontrou terreno fácil para ser eleita. Tinha amplo apoio da imprensa de seu país numa época em que a Internet era restrita a experimentos científicos da NASA, a agência espacial americana. E-mails e redes sociais eram coisas impensáveis para a época. Um casamento e filhos depois, Bolocco segue idolatrada no Chile quase três décadas de passar a faixa e a coroa para a tailandesa Porntip Nakhirunkanok, em 23 de maio de 1988, em Taipé.
A vitória de Bolocco no Miss Universo 1987 foi o último (e único) grande triunfo do ditador Augusto Pinochet (1915-2006) em seus dezessete anos dr carnificina, que incluíram sessões de tortura no Estádio Nacional de Santiago, capital do Chile, perseguições e assassinatos de opositores de um regime sangrento que teve início na fatídica invasão do Palácio de La Moneda, em.11 de setembro de 1973, que custou a vida do presidente eleito Salvador Allende, assassinado a mando da CIA, a Central de Inteligência do governo americano. Quando Bolocco venceu o Miss Universo, Pinochet caminhava para completar seu 14º ano de repressões a movimentos sociais e estudantis. Tinha uma mídia que lhe era servil. Mas descontava com a censura e repressão aos jornalistas que lhe faziam oposição.
Depois da vitória de Bolocco no Miss Universo 1987, o Chile teve apenas mais três classificações no Miss Universo. Em 1989, Macarena Mina ficou entre as 10 semifinalistas em Cancún. No ano seguinte, em Los Angeles, Uranía Haltenhoff ficou na quarta colocação, sem chegar ao corte para as três finalistas. A última classificação chilena no Miss Universo ocorreu em 2004, em Quito. Gabriela Barros, de Valparaiso, ficou entre as 15 semifinalistas em traje de gala. De 2007 a 2010, uma troca de coordenação afastou o Chile do Miss Universo. Desde que o país retornou ao certame, em 2011, nunca mais uma chilena se classificou no Miss Universo. Pinochet se foi, mas Bolocco segue firme e forte, mantendo para a nova leva de misses chilenas um legado único, difícil de se repetir.
Em 1990, Pinochet, que chegou a condecorar Cecilia com a honraria maior do Chile, deixou La Moneda após um referendo que decidiu pela sua saída, realizado dois anos antes. Na democracia, o Chile pouco colheu dos frutos da vitória de Bolocco naquele 26 de maio de 1987. Alguns se locupletaram do feito, tentando incrementar a indústria de misses no país. Mas, na prática, o concurso Miss Chile perdeu muito de seu sentido, e acabou fracionado por títulos internacionais. Nos dias atuais, a representante chilena no Miss Universo é eleita com a faixa de Miss Chile Universo, sem a garantia de ser uma nova Bolocco.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em História, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s