Definição de data do Miss Brasil 2017 está parada na Band


Questão ficou com a Polishop, que não emitiu qualquer pronunciamento

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Celso Tavares?EGO/02.10.2016


Diretores do Grupo Bandeirantes de Comunicação foram proibidos de falar sobre a definição da data e outros detalhes de produção do concurso Miss Brasil 2017, marcado para agosto, sem um dia específico. De acordo com as fontes da Band consultadas pela redação do TV em Análise Críticas, a indefinição da data da etapa brasileira do Miss Universo 2017 tem a ver com o cronograma que a patrocinadora master do certame, a Polisgop, tenta traçar para cinco concursos estaduais pendentes de data – Amapá, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba e Sergipe.
Até o fechamento da reportagem, a Polishop não teria entregue à Band qualquer cronograma de planejamento de produção relativo ao Miss Brasil 2017, tampouco emitido qualquer comunicado de imprensa ou pronunciamento oficial a respeito. No entanto, datas de concursos estaduais tem sido liberadas aos poucos por coordenações estaduais de forma avulsa, nas respectivas redes sociais, sem a anuência da Organização Miss Brasil Universo, joint venture da Polishop com a Band, Ford Models e IMG Universe.
Diretores da Miss Universe Organization já estariam preocupados com o atraso da coordenação brasileira em decidir a data da etapa nacional do Miss Universo 2017. Representantes da IMG, sócia da Band e da Polishop no Miss Brasil, alertaram a Organização Miss Brasil Universo que, se a candidata brasileira não for eleita até 30 de setembro, o país poderá ficar fora do Miss Universo 2017, previsto para o dia 17 de dezembro. Paris e Perth disputam o direito de sediar.
De acordo com a Organização Miss Brasil Universo, a sede do Miss Brasil 2017 está mantida para São Paulo. No entanto, a realização no Citibank Hall, sede das duas últimas edições, ainda depende de acertos com a empresa proprietária, a Time4Fun. O Palácio das Convenções do Anhembi, que não recebe o concurso nacional desde 1987, também é uma das possibilidades em estudo. No entanto, o Anhembi só será usado para o Miss Brasil 2017 caso as negociações com o Citibank Hall fracassem.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s