Em depuração da Wikipedia anglófona, número de países confirmados no Miss Universo 2017 cai de 59 para 53, mas sobe para 75 com países não incluídos


Quirguistão e Camarões estão fora

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


Desde que a versão em inglês do verbete da Wikipedia para o Miss Universo 2017 foi liberada, os editores da página na enciclopédia livre, parte deles ligados à Miss universe Organizatuion, começaram a desmontar teorias de que países como Camarões, Iraque, Nepal e Quirquigtão estivessem retornado ou prestes a estrear na 66ª edição do certame, prevista inicialmente para 17 de dezembro, em Perth. De acordo com apuração feita pelo TV em Análise Críticas, 52 países estão confirmados até agora: Albânia, Angola, Austrália, Áustria, Bahamas, Bélgica, Belize, Brasil, Camboja, Canadá, Ilhas Cayman, Colômbia, Croácia, República Tcheca, Equador, El Salvador, Finlândia, França, Gana, Grã-Bretanha, Guatemala, Islândia, Indonésia, Israel, Jamaica, Japão, Cazaquistão, Coreia (do Sul), Malásia, Malta, Maurício, México, Montenegro, Mianmar, Namíbia, Nicarágua, Noruega, Panamá, Peru, Filipinas, Porto Rico, Rússia, Sérvia, Serra Leoa, Cingapura, Eslovênia, África do Sul, Suécia, Tailândia, Estados Unidos, Venezuela e Vietnã.
O verbete anglófono atualizado até a noite desta sexta-feira (19) retira informações sobre a participação do Quirguistão e de Camarões como estreantes na disputa. Não há nesses países coordenação nacional constituída, o que inviabiliza por completo sua presença no certame. Também foram retiradas informações sobre os retornos da Grécia, Ilhas Cook e Trinidad e Tobago, não comprovadas. No entanto, o verbete em espanhol adiciona a Groenlândia ao grupo de países presentes no Miss Universo 2017, inflando-o para 53.
Em adição a esses países, Curaçao, Eslováquia e Haiti estão confirmados no Miss Universo 2017. A Irlanda, que foi confirmada no verbete espanhol, não aparece no de língua inglesa. Fora dos verbetes da Wikipedia, também podem ser confirmados Argentina, Bolívia, Chile, China, Guam, Holanda, Itália, Nova Zelândia, Nigéria, Portugal, Espanha, Tanzânia, Turquia, Ucrânia e Uruguai. Na apuração do Críticas, o número de países confirmados ou não para o certame chega a 70. Mas, na depuração e com os novos acréscimos, a conta de países confirmados para a disputa sobe para 75, o que equivale a 87,20% do contingente que concorreu na 65ª edição do concurso.
Apesar dessa conta, ainda restarão algumas vagas em aberto para que o número de países confirmados no Miss Universo 2017 ultrapasse ou se iguale, na pior das hipóteses, ao contingente verificado no concurso de 2016, realizado no dia 30 de janeiro, nas Filipinas. Será uma missão extremamente dura para a Miss Universe Organization cumprir.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s