27 países e territórios já marcaram as datas das eleições de suas candidatas nacionais para o Miss Universo 2017


Brasil elege candidata em agosto

Da redação TV em Análise

Miss Universe Organization/Divulgação/01.10.2016


Passada a eleição da representante americana, Kára McCullough, 25, as coordenações nacionais do Miss Universo começam a acelerar o passo para as marcações de seus concursos. Vinte e sete selas – Albânia, Suécia, Guatemala, República Tcheca, El Salvador, Namíbia, Japão, Austrália, Áustria, Canadá, Grã-Bretanha, Jamaica, Noruega, Tailândia, Panamá, Malta, Brasil, Vietnã, Serra Leoa, Bahamas, Belize, Islândia, Finlândia, Maurício, Peru, Eslovênia e Cingapura realizarão seus concursos de 25 de maio a 31 de outubro. O Brasil ainda não fechou a data, mas a eleição da sucessora de Raíssa Santana já está fixada para agosto.
Além desses países, também estão confirmados no Miss Universo 2017 Angola, Bélgica, Camboja, Ilhas Cayman, Colômbia, Croácia, Equador, França, Indonésia, Israel, Cazaquistão, Coreia (do Sul), Malásia, México, Montenegro, Mianmar, Nicarágua, Filipinas, Porto Rico, Rússia, Sérvia, África do Sul, Estados Unidos e Venezuela, que já tinham eleito suas candidatas nacionais. Somados aos estreantes Camarões e Quirguistão, mais Eslováquia, Grécia, Irlanda, Curaçao, Haiti e Turquia, esses grupos fazem o Miss Universo 2017, marcado para o dia 17 de dezembro, em Perth, ter a conta inicial de 59 países e territórios já confirmados. A conta pode aumentar à medida que mais coordenações nacionais forem marcando as datas de suas disputas para a eleição de candidatas locais ou optarem por aclamações. Esse método é o que engrossa o número de candidatas para acima de 80 desde 2008, em Nha Trang (Vietnã).
O recorde de 89 candidatas, estabelecido em duas edições do Miss Universo (2011, em São Paulo, e 2012, em Las Vegas), permanece intocado. A tendência é que permaneça como tal.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s