Confirmada a participação de 58 países no Miss Universo 2017


A adesão mais recente é do Peru, que tenta encerrar o jejum mais longo de títulos do concurso, que vigora desde 1957

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Keystone-France/Gamma-Keystone via Getty Images/25.09.1957


A confirmação do concurso Miss Universo Peru 2017 para setembro colocou o país sul-americano como o 58º a ter presença confirmada na 66ª edição do concurso de Miss Universo, inicialmente prevista para 17 de dezembro, na Perth Arena, em Perth, mas que pode ter sua data e cidade-sede modificadas a depender do curso das negociações que a IMG, dona do concurso, estiver tomando.
Além do Peru, estão confirmados no Miss Universo 2017 África do Sul, Albânia, Angola, Austrália (possível país-sede), Áustria, Bahamas, Bélgica, Belize, Brasil, Camarões, Camboja, Canadá, Ilhas Cayman, Cazaquistão, Cingapura, Colômbia, Coreia (do Sul), Croácia, República Tcheca, República Dominicana, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Guatemala, Haiti, Indonésia, Irlanda, Islândia, Israel, Jamaica, Japão, Malásia, Malta, Maurício, México, Mianmar, Montenegro, Namíbia, Nicarágua, Noruega, Panamá, Porto Rico, Quirguistão, Rússia, Serra Leoa, Sérvia, Suécia, Tailândia, Turquia, Venezuela e Vietnã.
O Peru conquistou apenas um título de Miss Universo, em 19 de julho de 1957, com Gladys Zender. Desde então, sediou uma edição do concurso, em 26 de julho de 1982, na capital Lima. Após a eleição da francesa Iris Mittenaere, 24, como Miss Universo 2016 na manhã de 30 de janeiro, em Pasay (região metropolitana de Manila), o país passou a deter o jejum mais longo de títulos da história do concurso (60 anos). O Brasil, que não vence desde 13 de julho de 1968, tem o quinto maior jejum de vitórias no certame (49 anos).
O novo número de países confirmados faz o Miss Universo 2017 ter 67,44% do contingente de candidatas que competiu no Miss Universo 2016. Proporcionalmente, o número é igual ao contingente que competiu em Miami Beach na noite de 16 de julho de 1966, quando candidatas de 58 países e territórios disputaram o título.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s