Mãe de segunda colocada do Miss São Paulo 2017 nega cyberterrorismo e fake tenta alterar o que não pode ser alterado, reeditando as velhas doutrinas da Ku Klux Klan


O resultado final é irrecorrível

Da redação TV em Análise

Fotos Reprodução/Facebook, Jeystone/Getty Images e Organização Miss Brasil Universo/Divulgação
Na foto, a carta e um bando de aecistas sedentos para destronar Karen


A primeira semana do ciclo de concursos estaduais do Miss Brasil 2017 começou manchada por uma sucessão de ameaças virtuais feitas por internautas à mãe da segunda colocada no Miss São Paulo 2017, Bruna Zanardo, que chamou de “fraude” a eleição da mineira Karen Porfiro para representar o Estado no Miss Brasil 2017. Vários missólogos, aparentemente batendo as baquetas da Ku Klux Klan e dos imbecis do Movimento Brasil Livre, Revoltados Online e Vem Pra Rua nas manifestações da avenida Paulista no domingo (26) urdiram de raiva ao notar que outra negra, desta feita nascida na cidade mineira de Timóteo, residente na capital paulista e contratada de uma agência de modelos desde que se mudou de Belo Horizonte, em 2015, venceu o concurso estadual referência do Projeto Miss da Band.
De acordo com o Manual de Ética e Operações do Miss Brasil, versão 2016, os resultados finais dos concursos estaduais são irrecorríveis. A família de Bruna Zanardo, a todo custo, quer é aparecer na mídia para tentar desmoralizar ainda mais a instituição dos concursos estaduais válidos pela etapa brasileira do Miss Universo. No fundo, quer forçar a barra da Organização Miss Brasil Universo para indicá-la a alguma das 11 vagas remanescentes de concursos estaduais ainda não decididos. O desespero dos derrotados é evidente.
Outro ponto está na proibição de ex-candidatas estaduais concorrerem novamente ao Miss Brasil. O caso de Karen Porfiro é exemplar. Karen concorreu ao Miss Brasil pela primeira vez em 2014, na gestão da extinta Enter, empresa de eventos da Band, sob a faixa de Miss Minas Gerais. Rayanne Morais, eleita Miss Minas Gerais em 2009, na gestão da Gaeta, voltou ao Miss Brasil em 2011, como Miss Rio de Janeiro, na mesma direção do concurso nacional. A proibição passou a constar do Manual de Ética 2016 do Miss Brasil, mas não impediu brechas como a de candidatas nascidas em um Estado (Rayanne e Karen) competirem por outros. A história do Miss Brasil está cheia de exemplos impossíveis de serem reportados, dada a sua extensão.
Outro agravante que acirra a briga da família de Bruna Zanardo contra Karen Porfiro é meramente eleitoral. Nas eleições presidenciais de 2014, a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) derrotou Aécio Neves (PSDB) nos dois turnos. Já em Laranjal Paulista, cidade natal de Bruna, Aécio venceu Dilma nos dois turnos, mas não levou. A exemplo de Aécio e do PSDB, a mãe de Bruna Zanardo quer levar o resultado do Miss São Paulo 2017 para o tapetão. O regulamento do Miss Brasil é claro: não se deve mexer em resultado que já foi auditado (pela empresa KPMG) e devidamente checado.
Na noite da segunda-feira (27), a mãe de Bruna, Andreia Custódio, procurou a redação do Críticas para corrigir informações inicialmente atribuídas a ela. Nas mensagens encaminhadas ao Face do Críticas, Andreia diz ser vítima de chantagistas que tentaram a todo custo impedir a participação de Zanardo no concurso estadual. Ela diz estar sendo vítima de um perfil que comete bullying contra Zanardo desde sua aclamação como representante de Laranjal Paulista. O TV em Análise Críticas já corrigiu as informações iniciais, apuradas com base em postagens feitas na página do visitante do Facebook oficial da Organização Miss Brasil Universo.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Nossas Venezuelas, Podres poderes, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Mãe de segunda colocada do Miss São Paulo 2017 nega cyberterrorismo e fake tenta alterar o que não pode ser alterado, reeditando as velhas doutrinas da Ku Klux Klan

  1. Boa noite,

    Realmente o concurso da capital paulista houve irregularidade que consta no contrato, mas a marmelada não foi pelo fato de Karen vir à ser a Miss São Paulo…
    Nota-se quê:
    Todas as candidatas estavam ali para competirem e vencer…
    Todas as candidatas estavam ali para apresentarem o melhor de si…
    Todas as candidatas entraram e pagaram a taxa de inscrição no valor de R$ 5 mil…
    Todas as candidatas tinham o direito de desfilar com traje de gala, típico, biquíni e maiô…
    Todas as candidatas tinham o direito de serem avaliadas e julgadas pelos jurados da noite do Evento…
    Todas as candidatas foram para o local do Evento e somente as selecionadas pela Polishop puderam desfilar…
    “NÃO HOUVE DISPUTA E NEM TÃO POUCO CONCURSO DE MISS”
    Em hotel não se escolhe Miss… Há processos de desenvoltura e conta pontos, mas todas tem o direito de desfilar e competir na noite do Evento com o voto de TODOS os Jurados.
    Eu fui jurada em um concurso cidade e fiquei chocada ao ver que já existia duas pastas…
    ▪As selecionadas
    ▪As figurantes
    Das cidades não há taxa de inscrição, mas há marmelada, também.
    Eu pergunto sobre o Miss São Paulo:
    – Para ser figurante de palco, tem que pagar taxa de inscrição com valor de R$ 5 mil???
    Pelo SATED figurantes ganham cachê, jamais pagam.
    Trabalhei anos com isto e entendo completamente em TUDO que digo, pois seria imbecil afirmar o que não posso provar com Documentação Oficial.
    Não tenho nada contra a candidata Bruna Zanardo, apenas ela estava irregular dentro do concurso, pois ela foi Miss Brasil e venceu o Miss Earth Fire… Perdeu o título internacional, porque infringiu as regras e a americana Corrine Stellakis, assumiu o título e a coroa Miss Earth Fire.
    Esta estória de Laranja podre…
    Sou Miss Santista…
    Então, se me chamarem de Baleia, devo processar?
    Eu venci 16 títulos de Miss, nunca me importei se me chamavam de branquela azeda, bicho-da-goiaba, diabo loiro, FDP e outras coisas mais.
    A piada Suco de Laranja, se deu à ela ser um suco da Laranja de Laranjal Paulista (filha da terra)…
    Ela nem residir em Laranjal Paulista estava e pegou carta de político para estar dentro do Miss Estadual…
    Estava infringir regras sendo Miss Brasil e no contrato diz não poder competir candidata que venceu um Miss Brasil e venha à se candidatar às seletivas estaduais que levem ao Miss Brasil Oficial… e outra regra infligida foi por não residir onde estava representar “Laranjal Paulista”.
    Isto está uma completa bagunça no Miss Be Emotion, pois bastou pagar R$ 5 mil e você vai pulando de Estados e Cidades… Comércio e não concurso de Miss.
    Ser Miss, é Filantropia e não Comércio.
    Eu sofri muitos insultos no instagram, Facebook e demais sites onde a candidata de Laranjal Paulista, uma moça totalmente sem noção, enviava amigos para ofender meus filhos (menores) e à me ofender.. Coisas vulgares e que jamais tinha visto.
    Mandando amiga escrever-me… Dizendo que eu tinha inveja, raiva e nunca ia ser tão bela quanto a Bruna…
    Eu jamais teria inveja da Bruna, pois além de muiiiiito linda e naturalmente perfeita, eu não estava disputar com ela.
    Tenho a minha beleza, ela tem a dela e todas as pessoas tem a beleza que a su’alma transmitir e a sua conduta de humildade lhe for atribuída para fazer coisas boas.
    Quando eu questionei que a candidata Bruna, estava infringir regras… Ela se sentiu ameaçada e começou à enviar amigos para me ofender em Redes Sociais.
    Tenho cópias de TUDO… Em uma destas ofensas, está escrito para eu ir buscar o que precisava em…
    Exemplo: Canavial de Rolas…
    (Eu tive que usar a imaginação e moderar para explicar aos meus filhos que se travava de pássaros Rolinhas).
    Ao meu ver… achei esta e outras mais coisas, totalmente sem motivo.
    – Uma Miss faz isto?
    – Poiiiis, isto não é atitude de Miss.
    Tudo isto deu uma visão de mulher totalmente infantil e que está acostumada à apenas ouvir elogios…
    Quando não feitos elogios para a Miss minada, ela joga sujo enviando amigos à ofender pessoas de bem e parte para baixarias.
    Candidata mal-educada e sem classe não faltou…
    Acredito que devam fazer aulas de Etiqueta, para saberem ter uma certa conduta diplomática, quando se portarem ao público e à pessoas que podem ser legais ou chatas.
    Jogo de cintura, educação, classe e humildade.
    A mãe de Bruna me ameaçou, me ofendeu e denunciou o meu Facebook, isto porque me culpava da coroa não estar na cabeça da filha que perdeu o Miss São Paulo para a Karen.
    Se a filha fosse tão bela e merecedora, acredito que seria a Miss São Paulo…
    Se não for assim, a Be Emotion faz concursos Marmelada ou eu tenho o poder de tirar a Coroa e colocar em outra Miss…
    Será que eu tirei a Coroa da Bruna Zanardo, duas vezes???
    Aiiiii… Daí, eu coloquei na minha atual amiga a Corrine Stellakiss “Miss Earth Fire”.
    Corrine é belíssima, e ficou com a Coroa, porque a Bruna “infringiu regras”.
    Agora sobre a Karen Porfiro, atual Miss São Paulo…
    Bem…
    Acredito que no Brasil não exista a tal “Ku Klux klan”, pois é terrível imaginar algo Norte-americano e tão hollywoodiano para tal contexto tupiniquim.
    Aqui houve a escravidão, mas segundo livros e cansativas aulas históricas que todos nós tivemos sobre o Brasil, Portugal e tudo que nada nos serve… a Princesa Isabel assinou uma tal Lei Áurea, logo em meados de 13 do mês de maio de 1888 (129 anos)… TEMPO PRA CARAMBA!!!
    Não vejo racismo como algo que deva ser punido e abusado, se não houver realmente discriminação ou simplesmente ser colocado alguém à ser humilhado ou desfavorecido pela etnia.
    Eu vejo é muito abuso do fato que “racismo” virou muletas, para usar quando alguém quer se favorecer e sabe que não seria capaz de vencer por méritos.
    Eu estava contra a Zanardo, por ela desmerecer o título que já tinha… Ela é Miss Brasil.
    Uma Miss Brasil, jamais pode vir à concorrer com candidatas que não tem o mesmo mérito alcançado. Isto é incoerente, insensato e burrice.
    Karen, nasceu em Minas Gerais, foi Miss Minas Gerais e magicamente está viver em São Paulo, onde se candidatou ao estadual e na entrevista do Concurso, simplesmente puxou e puxou o tapete de todas as candidatas ao usar o termo “racismo”… Karen disse que sofreu, e sofre, mas ela sabe se impor e até resolveu valorizar o cabelo Afro (antes ela alisava)… Na entrevista disse que os cabelos Afro, mostra as suas origens africanas, às tais ela conseguiu até convencer a mãe e família à assumir com “muito orgulho”… Sem ter VERGONHA de ter os cabelos como assim nasceu.
    Karen, eu lhe digo que estratégia todas usam, mas ficar à usar racismo e “Ku Klux Klan Norte-americana”, somente vai colar no Brasil que és um país de Corruptos e Ladrões, mas lá no Miss Universe, tu serás apenas mais uma Tupiniquim (indígena).
    Karen Porfiro,
    Eu sou caucasiana, tu é Afro, a Zanardo é uma Miss minada e nada humilde e tem uma Mãe maluca, mas todas nós, somos “Tupiniquins”.
    Para vencer um Miss Universe, necessita humildade, disciplina, responsabilidade, caráter, dignidade, tolerância e principalmente saber se portar dentro da sociedade onde Rainhas jamais fazem BARRACOS.

    Att.
    Erika Schmidt Gasbarro.

    27/07/2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s