EXCLUSIVO: Coordenação do Miss Pará é transferida para sala comercial de sobrado em Itaquera, na zona leste de São Paulo


Endereço não é o mesmo da sede da Polishop, patrocinadora master da etapa brasileira do Miss Universo

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Organização Miss Brasil Universo/Divulgação/16.09.2016


Uma das principais instituições dos paraenses, o concurso de Miss Pará não tem mais sede no Estado. De acordo com o endereço constante do Facebook da nova coordenação, o endereço declarado é a Rua Benedito Coelho Neto, 375, sala 04, no bairro de Itaquera, na zona leste de São Paulo. A mudança do Miss Pará e de outros concursos estaduais para pontos da capital paulista atende a uma estratégia da Polishop, patrocinadora master dos 27 concursos estaduais do Miss Brasil, de esvaziar as sedes das coordenações estaduais fora de São Paulo e transferi-las para o território paulista. Mas o trabalho não tem sido fácil. Muitos coordenadores, sobretudo da região Nordeste, se manifestaram contra a mudança, segundo eles, “imposta a goela” para o que chamam de “abuso de poder econômico” e “assassinato de uma tradição de mais de seis décadas”. Procurada pela reportagem do TV em Análise Críticas, a Polishop negou as acusações dos coordenadores estaduais.
De 1979 a 2016, o Miss Pará foi coordenado pelo colunista social Herculano Silva. Uma batalha judicial quase inviabilizou a realização do concurso do ano passado, vencido por Fablina Paixão, candidata de Marabá. A concessão do Miss Pará pertence agora a Tiago da Silva e Silva. Ao contrário do que se imagina, o endereço da nova “sede” do Miss Pará não é o mesmo da sede nacional da Polishop, situada na rua Bento Branco de Andrade Filho, 344, no Jardim Dom Bosco, zona sul da capital paulista.
Criado em 1955, o Miss Pará teve em 1982 seu único título de Miss Brasil e, por tabela, sua única participação no Miss Universo, quando Celice Pinto Marques se classificou entre as 12 semifinalistas do concurso internacional, realizado em Lima. A última vencedora do concurso sob a gestão de Herculano, Fablina Paixão, candidata da cidade de Marabá (552 km ao sul de Belém), não se classificou entre as 15 semifinalistas do Miss Brasil 2016.
No local indicado pela coordenação do Miss Pará, funciona uma casa de dois andares, que no Google Street View tinha placas de que estaria à venda. No entanto, numa consulta ao site Imovelweb, consta que a casa, de 72m², dois quartos, três banheiros, duas suítes e uma vaga de estacionamento, tinha sido vendida por R$ 245 mil. Na descrição, a casa é apresentada como “sobrado em condomínio fechado”, próximo ao centro de Itaquera e ao Hospital Santa Marcelina. A redação do TV em Análise Críticas aguarda um posicionamento do coordenador do Miss Pará, Tiago Silva, sobre a casa que estaria sendo usada como sede do certame fora do território paraense.

Reprodução/Google
Endereço da sede do Miss Pará apontado no mapa

Imovelweb
Casa onde fica a coordenação do Miss Pará

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s