Franceses se preparam para receber com festa a Miss Universo 2016 Iris Mittenaere, após coroação nas Filipinas


Programação irá da quinta-feira (16) à terça-feira (21)

Da redação TV em Análise

Ted Alibe/Getty Images/29.01.2017


A diretora do concurso Miss França, Sylvie Tellier, 38, anunciou na quinta-feira (2), que a Miss Universo 2016 Iris Mittenaere, 24, fará uma visita de cinco dias ao país entre a quinta-feira (16) e a terça-feira (21). O desembarque da vencedora da 65ª edição do concurso internacional, realizada na manhã de 30 de janeiro na Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila), acontecerá na manhã da quinta-feira (16), no Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, na comuna de Roissy-en-France, situada no departamento de Val-d’Oise, na região de Île-de-France, a 29,7 km ao norte de Paris.
De acordo com o comunicado à imprensa distribuído por Tellier, coordenadora do Miss França desde janeiro de 2007, em suas redes sociais (foto abaixo), o primeiro compromisso de Mittenaere em solo francês será uma entrevista coletiva ma manhã da sexta-feira (17), no hotel Marignan Champs Elysées. Na sequência, a nova Miss Universo fará uma série de entrevistas a programas de rádio e televisão, no que Tellier chamou de “turnê midiática”.
No domingo (19, Mittenaere deverá participar de um encontro com o presidente François Hollande, 62, que já está sendo articulado para ser realizado no Palácio de Versalhes. No mesmo dia, a Miss Universo 2016 embarca para sua cidade natal, Lille (219 km ao norte da capital francesa), onde será recebida por fãs, amigos e familiares. Recepção similar aconteceu em dezembro de 2015, após sua eleição como Miss França, que a credenciou para o Miss Universo, concurso do qual Sylvie Tellier participou em 29 de maio de 2002, em San Juan (Porto Rico), porém sem se classificar entre as 10 semifinalistas.
Na segunda-feira (20), Mittenaere participa de seu último compromisso na França, um jantar beneficente. O retorno para Nova York ocorre na terça-feira (21). Até a eleição de Mittenaere, a França detinha o jejum mais longo de títulos de Miss Universo, que se arrastava desde 1953, com Christiane Martel. Após isso, o jejum mais longo de títulos passou a pertencer ao Peru, que não vence o concurso desde 1957, com Gladys Zender.

Reprodução/Twitter/Sylvie Tellier

Hulton Archive/Getty Images/17.07.1953

Fotos Jose Jimenez/Primera Hora/Getty Images/24.05.2002 e Patrick Aventurier/Getty Images/03.12.2016

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Aeroportos, Eventos, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo, Viagem e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s