Coordenador do Miss Brasil no Distrito Federal está internado


Estado de Cloves Nunes é gravíssimo

Da redação TV em Análise

Reprodução/Jornal de Brasília/Arquivo


É gravíssimo o estado de saúde do coordenador do Miss Distrito Federal, Cloves Nunes. Ele está internado na UTI do Hospital Brasília, na capital federal. A família não autorizou a divulgação de informações sobre o motivo de sua internação.
Cloves vinha coordenando a etapa brasiliense do Miss Brasil desde 2006. Entre 2014 e 2015, acumulou também a coordenação de Tocantins, que indicou candidatas para o Miss Brasil a partir do banco de misses que Cloves mantinha. Paralelamente à atividade de coordenador do Miss Distrito Federal, Cloves exerce a atividade de hair stylist.
Na quarta-feira, 4 de janeiro, o TV em Análise Críticas incluiu o nome de Cloves no rol de 15 coordenadores e ex-coordenadores estaduais do Miss Brasil suspeitos de práticas de corrupção e de outros crimes. À reportagem do Críticas, Cloves negou que estivesse envolvido em acusações de corrupção passiva e fraudes denunciadas no Miss Distrito Federal. O Movimento pela Moralização dos Concursos Estaduais e do Miss Brasil, no entanto, apontou o contrário na investigação nacional que contou com o apoio do Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ, na sigla em inglês).
Além de Cloves, também estão sob suspeita coordenadores e ex-coordenadores do Miss Brasil em mais sete Estados: Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe. A Organização Miss Brasil Universo informou que está pronta para assumir a direção do Miss Distrito Federal em caso de morte de Cloves e diz contar com o respaldo das integrantes da joint venture – Polishop, Grupo Bandeirantes de Comunicação, Ford Models Brasil e WME/IMG, que trabalham sob licença da Miss Universe Organization.

Na guilhotina

Com o destino do Miss Distrito Federal praticamente definido, a Organização Miss Brasil Universo já acelera os processos de descredenciamento das coordenações do Pará (Herculano Silva, acusado de crime contra a economia popular, propaganda enganosa, falsidade ideológica) e Márcio Mattos (Alagoas, acusado de assédio moral a uma candidata no Miss Alagoas 2015). Os casos de Fátima Abranches (Goiás, acusada de corrupção passiva no concurso estadual de 2009), Lucius Gonçalves (Amazonas, propaganda enganosa no Miss Amazonas 2016), Wall Barrionuevo e Eliane Barrionuevo (Paraná, acusados por coordenadores municipais de corrupção ativa, fraude, estelionato, prevaricação no concurso estadual), Meire Manaus (Acre, falsidade ideológica) e Miguel Braga (Pernambuco, fraude) demorarão mais tempo para serem investigados, pois suas denúncias ainda dependem de aval da MUO para serem tocadas.
Um dos coordenadores estaduais que o Críticas denunciou, o piauiense Nelito Marques, 73, foi descredenciado pela Organização Miss Brasil Universo após uma denúncia de injúria racial feita por uma ex-candidata ao Miss Piauí 2016 ter se tornado pública. A própria OMBU vai assumir a organização do Miss Piauí 2017.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s