Estados com menos títulos de Miss Brasil tem melhor aproveitamento no Miss Universo que sulistas


Constatação é de estudo do Críticas

Da redação TV em Análise

Fotos Bettemann/Getty Images/13.07.1968 e Patrick Prather/AFP/Getty Images/29.05.2003


O Rio Grande do Sul é soberano na quantidade de títulos de Miss Brasil e em classificações brasileiras no Miss Universo. Certo? Errado. Um levantamento de dados realizado pelo TV em Análise Críticas com as 62 participações brasileiras no Miss Universo de 1954 a 1989 e 1991 a 2016 mostra que cinco Estados – Amazonas (1), Bahia (3), Mato Grosso do Sul (1), Pará (1) e Tocantins (1) – tem aproveitamento superior ao que as gaúchas tiveram em 14 participações no Miss Universo. Esses Estados, somados, tem sete títulos nacionais e sete classificações nas edições do Miss Universo em que estiveram presentes. A Bahia teve representantes no Miss Universo em 1954, 1962 e 1968. Tocantins teve candidata em 2003. Mato Grosso do Sul em 1998, Pará em 1982 e o Amazonas só teve presença no Miss Universo em 1957.

Arte/TV em Análise Críticas

De acordo com o levantamento, o Rio de Janeiro é o sexto Estado com melhor aproveitamento de suas candidatas no Miss Universo, seguido do Ceará e Mato Grosso do Sul, que dividem a sétima colocação da tabela. O Rio Grande do Sul de Ieda vargas, Deise Nunes, Marthina Brandt e outras possui apenas o nono melhor aproveitamento entre as 15 unidades da Federação que elegeram ao menos uma Miss Brasil desde 1954. Os detalhes estão na tabela abaixo e no mapa acima

APROVEITAMENTO POR ESTADO/UF DAS REPRESENTANTES BRASILEIRAS NO MISS UNIVERSO (1954-2016)
Estado Participações Classificações
Miss Universo
Títulos
Miss Universo
Aproveitamento (%)
BA 3 3 1 100
AM 1 1 0 100
MS 1 1 0 100
PA 1 1 0 100
TO 1 1 0 100
RJ 8 6 0 75
CE 3 2 0 66,66
MT 3 2 0 66,66
RS 14 9 1 64,28
PR 4 2 0 50
SC 4 2 0 50
RN 2 1 0 50
MG 7 2 0 28,57
SP 8 2 0 25
DF 1 0 0 0

Arte/TV em Análise Críticas

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s