Sete Estados já elegeram candidatas municipais para disputas estaduais do Miss Brasil 2017 que estão sem datas definidas


Concurso nacional está previsto para agosto e coordenações precisam correr contra o tempo

Da redação TV em Análise
Com Top Miss

Miss Universe Organization/Divulgação/29.01.2017


Menos de três semanas de concluída a participação da baiana Raíssa Santana, 21, na 65ª edição do concurso de Miss Universo, em Pasay (região metropolitana de Manila), coordenações de oito Estados – Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Sergipe, Rio Grande do Norte, Maranhão, Tocantins e Goiás – começaram a trabalhar na definição de suas candidatas municipais para as etapas estaduais do Miss Brasil 2017. Destes, apenas o Maranhão ainda não elegeu candidata municipal alguma, pois as inscrições só foram abertas nesta semana. O número é irrisório levando-se em conta a antecipação do concurso do dia 30 de setembro para agosto, o que deve encurtar o tempo de preparação das coordenações que estão mais atrasadas.
No mapa abaixo, o leitor do TV em Análise Críticas terá uma ideia exata de a quantas está a preparação dos Estados para o Miss Brasil 2017. A vencedora vai representar o país no Miss Universo 2017, a ser realizado no dia 17 de dezembro, na Holden Arena, em Melbourne. A data e a cidade-sede podem sofrer alteração

Arte/TV em Análise Críticas

Até o fechamento desta matéria, nem a data do concurso nacional, tampouco o cronograma dos 27 concursos estaduais tinham sido liberados pela Organização Miss Brasil Universo, joint venture da Polishop, Grupo Bandeirantes de Comunicação, Ford Models e WME/IMG, sob concessão da Miss Universe Organization. Desde 2016, a entidade é responsável pela fiscalização de todo o processo de produção das etapas regionais do Miss Brasil. Em todo país, estima-se que existam 395 concursos municipais válidos pela etapa brasileira do Miss Universo, a maior parte deles nos Estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s