Matemática de classificações do Brasil no Miss Universo por década pode ser superada já no concurso de 2017


Até agora, quantidade de classificações nos anos 2010 é igual a 1954-1959

Da redação TV em Análise

Bettemann/Gertty Images/14.07.1970


A quantidade de classificações que o Brasil tem registrado nos anos 2010 até a realização do concurso Miss Universo 2016, há duas semanas, em Pasay (região metropolitana de Manila), já supera a registrada em qualquer década de forma consecutiva, até mesmo décadas de maior importância, como a de 1960. Naquele período, o Brasil registrou oito classificações não consecutivas, obedecendo à proporção de 1-4-3. Como explicar? Em 1961 e 1966, o país não classificou suas candidatas entre as semifinalistas. Daí a razão de se construir o quadro de proporções de classificações por década. O TV em Análise Críticas elencou na primeira tabela as proporções de classificações que o Brasil obteve no Miss Universo em cada década que participou do concurso. Nas alternâncias observadas nas década de 1960 e 1970, a disparidade de classificações é maior, dada a alternância de períodos de não classificações (1961 e 1966 e 1974, 1976 a 1978) com os de classificações. Veja os detalhes

PROPORÇÕES DE CLASSIFICAÇÃO
Década Período Classificações
Miss Universo
Proporção
1950 1954-1959 6 6-0
1960 1960-1969 8 1-4-3
1970 1970-1979 6 4-1-1
1980 1980-1989 4 2-2
1990 1991-1999 2 1-1
2000 2000-2009 3 1-2
2010 2010-2016 6 0-6

A segunda tabela, mais detalhada, reúne o compêndio de classificações obtidas pelo Brasil no Miss Universo em cada década. De forma detalhada, a tabela mostra os anos em que o país emplacou, na década respectiva, candidatas entre as semifinalistas, desde sua primeira participação, em 1954

CLASSIFICAÇÕES POR DÉCADA
Década Período Anos de classificação
1950 1954-1959 1954, 1955, 1956, 1957, 1958, 1959
1960 1960-1969 1960, 1962, 1963(*), 1964, 1965, 1967, 1968(*), 1969
1970 1970-1979 1970, 1971, 1972, 1973, 1975, 1979
1980 1980-1989 1981, 1982, 1985, 1986
1990 1991-1999 1993, 1998
2000 2000-2009 2003, 2006, 2007
2010 2010-2016 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016

(*)Anos que resultaram em título

Caso o Brasil obtenha em Melbourne sua sétima classificação consecutiva, o país estará superando de fato o recorde consecutivo de classificações de todas as décadas em que está presente no Miss Universo. E tal façanha poderá ser ampliada em 2018, caso o país chegue à sua oitava classificação consecutiva, igualando a marca da década de 1960, quando registrou oito classificações não consecutivas. A depender do ânimo da Organização Miss Brasil Universo, o país poderá chegar em 2019 a uma inédita marca de nove classificações consecutivas. Mas as coordenações estaduais ajudarão para tanto?
O ciclo de concursos estaduais do Miss Brasil 2017 irá de março a julho e a definição da representante brasileira no Miss Universo ocorrerá em agosto, em cidade-sede ainda a ser definida. A 66ª edição do Miss Universo deverá ocorrer no dia 17 de dezembro.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s