COMEÇA A MONTAGEM DO PALCO DO MISS UNIVERSO 2016


187 países e territórios assistirão ao evento daqui a uma semana

Da redação TV em Análise

Reprodução/Facebook/Richelle Louise Singson-Michael/20.01.2017


Estão bastante adiantados os trabalhos de montagem da estrutura do palco que vai sediar a 65ª edição do concurso de Miss Universo, a ser realizada daqui a sete dias, na Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila). De acordo com a presidenta co Comitê Organizador Filipino do certame, a arquiteta Richelle Louise Singson-Michael, ainda restam 200 ingressos a serem vendidos para o setor à esquerda de onde desfilarão parte das 86 candidatas.
O palco que deverá resultar na maquete abaixo será usado tanto para a final televisionada do certame quanto para as preliminares de traje de banho e traje de gala, a serem realizadas na sexta-feira (27) e no sábado (28). Nesses dias, todas as 86 candidatas desfilarão para o júri preliminar, cujos nomes não tinham sido revelados até o fechamento desta matéria.

Reprodução/Facebook/Pageantry Plus

Pela televisão, o Miss Universo 2016 será transmitido para 1987 países e territórios, de acordo com estimativas iniciais da WME/IMG, empresa proprietária e distribuidora do concurso. No entanto, os direitos de transmissão do evento em plataformas digitais para fora das Fiulipinas não foram comercializados, frustrando muitos fãs que esperavam uma transmissão do 65º Miss Universo via streaming. Ao todo, 37 emissoras foram credenciadas pela WME/IMG para a transmissão, entre elas Venevisión (Venezuela), FOX (Estados Unidos0, Band (Brasil), Chilevisión (Chile), Grupo Televisa (México) e RCN (Colômbia), além de canais pan-regionais como TNT (Américas Central e do Sul) e Star World (parte da Europa e Ásia, exceto Filipinas).
Os direitos de transmissão do Miss Universo 2016 pelo rádio também ficaram fora dos pacotes de comercialização internacional. Na Internet, os direitos do certame para as Filipinas ficaram com a TV5. As concorrentes ABS-CBN e GMA Network ficarão apenas com a transmissão da final televisionada ao lado da TV5, atendendo pedido do presidente filipino Rodrigo Duterte, 71, que quis contemplar todas as três principais redes abertas do país sede e evitar o monopólio, como tem ocorrido em outras edições do Miss Universo.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s