A história do concurso Miss Universo 1994 em imagens


Cenas que a mídia nativa não mostrou

Da redação TV em Análise


Migielito Parcero/AFP/Getty Images/05.05.1994
Candidatas posam com seus trajes de banho durante gravação do concurso em Cebu

As 84 candidatas ao Miss Universo 2016 já começaram a embarcar para a terceira edição do concurso realizada nas Filipinas, cujo desfecho ocorrerá daqui a 22 dias, na Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila). Para aquecer e colocar o leitor logo no clima do concurso, o TV em Análise Críticas publica neste post imagens que a Rede Globo de Televisão, Ano 1 da Criança Brasileira, e seus Diários e Emissoras a Ela Associadas Contaminadas pela Ideologia Petista, Pefelista e Tucana Mais Sórdida e pela Babaquice Intelectual de Herbert de Souza, Caetano Veloso, Nizan Guanaes, Washington Olivetto, Cumpadre Washington, Boni, Senor Abravanel, Toninho Malvadeza, os filhos do Roberto Marinho e Roberto Justus não deixaram que nossos jornais veiculassem. Talvez por preguiça ou incompetência, esse ensemble cast irresponsável da Grande Imprensa tenha deixado passar ao largo momentos como a reação da indiana Sushmita Sen, então com 19 anos, ao saber do resultado que daria a seu país a primeira de duas coroas de Miss Universo conquistadas até 2000.

Romeo Gacad/Getty Images/20.05.1994
A reação de Sushmita e a euforia da colombiana Carolina Gomez: o jornal nacional deu?

Romeo Gacad/AFP/Getty Images/06.05.1994
À esquerda Monorka Mercado num tempo em que a Venezuela tocava o terror nas outras coordenações sul-americanas do Miss Universo, Brasil incluso

Romeo Gacad/AFP/Gettu Images/20.05.1994
As flores que Sushmita recebeu após a coroação não pararam na primeira página de O Globo: a Globo fez acordo com a CBS para trancar o acesso dos brasileiros ao concurso

Romeo Gacad/AFP/Getty Images/20.05.1994
A reação censurada de Sushmita por outro ângulo

Romeo Gacad/AFP/Getty Images/20.05.1994
Das mãos da porto-riquenha Dayanara Torres, a sagração do padrão indiano que passaria a nortear o Miss Universo, numa época de censura patrocinada ao concurso nas tevês brasileiras. Graças a Deus, os próceres dessa orquestração – Palocci, Zé Dirceu, Cabral e Eduardo Cunha – estão todos presos

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em História, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s