Joey Mead King e Olivia Jordan não entram na primeira leva de apresentadoras oficiais do Miss Universo 2016


Steve Harvey foi confirmado como apresentador principal. Modelo Ashley Graham foi confirmada como comentarista de bastidores

Da redação TV em Análise

Fotos Star World/Divulgação e Reprodução/Facebook/Olivia Jordan
Elas, no entanto, poderão ser usadas na transmissão filipina


A Miss Universe Organization fechou no final da tarde da quarta-feira (14) parte da equipe de apresentadores da 65ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para daqui a 45 dias na Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila). Na primeira leva, foram confirmados os nomes do comediante Steve Harvey, 59, como apresentador principal, e da modelo Ashley Graham, 28, como comentarista de bastidores. Ashley vai ocupar a vaga que estava inicialmente destinada à terceira colocada no Miss Universo 2015, Olivia Jordan, 28.
A confirmação de Harvey, no entanto, não fechou as portas para a modelo e apresentadora Joey Mead King, 40, que ainda é cotada para co-apresentar o certame no palco ao lado de Harvey. Fontes da MUO disseram que não irão se pronunciar sobre o caso de Joey Mead, mas admitiram que a entrada da filipina no quadro de apresentadores dependerá de uma “rigorosa avaliação” por parte da WME/IMG. No entanto, não se descarta a hipótese de Mead King e Jordan serem usadas apenas na transmissão filipina do concurso, a ser realizada por um pool de oito redes, coordenado pela Solar Entertainment.
As escalações de Steve Harvey e Ashley Graham valem para a geração oficial do certame, que deverá ser visto em mais de 150 países e territórios. A distribuição internacional do Miss Universo 2016 será da WME/IMG, empresa proprietária da Miss Universe Organization desde 14 de setembro de 2015.

Captura de tela/FOX/05.06.2016
Ashley Graham na experiência anterior com a MUO

No dia 5 de junho, Ashley Graham tinha exercido a mesma função na transmissão que a FOX fizera do concurso Miss USA 2016 para os Estados Unidos. No âmbito da MUO, este será o primeiro evento internacional que Ashley vai transmitir. Na avaliação dos diretores da MUO, a experiência de Ashley Graham ter participado como comentarista de bastidores da etapa americana pesou bastante para que ela fosse escolhida para ter preferência para aparecer na geração internacional.
Procurada pela reportagem do TV em Análise Críticas, a MUO disse que não irá comentar sobre participações anteriores de Ashley Graham em outros concursos promovidos pela entidade e limitou-se a informar “aquilo que já estava na nota oficial”.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Personalidades, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s