Crise econômica tira Nigéria do Miss Universo 2016


Decisão foi tomada pela detentora da concessão do concurso no país

Da redação TV em Análise

Reprodução/NAIJ.com/2015
Cancelamentos anteriores do concurso foram em 1993 e 1997

A Nigéria é o primeiro país a anunciar desistência formal de enviar candidata ao concurso Miss Universo 2016, a ser realizado daqui a 104 dias, em Pasay (região metropolitana de Manila, capital das Filipinas). A empresa Siverbird, dona da concessão do Miss Universo e de outros quatro concursos internacionais, decidiu na quarta-feira (12) cancelar o concurso Most Beautiful Girl in Nigeria (A Mais Bela Garota da Nigéria, em português livre) em função da recessão econômica que atinge o país.
Outra razão alegada pelos organizadores é a comemoração dos 30 anos do MBGN, prevista para 2017. Esta é a terceira vez que a Nigéria cancela seu concurso nacional com vistas ao Miss Universo. Fontes da organização também atribuem o cancelamento à falta de resposta de patrocinadores para apoiar o certame deste ano, que estava previsto para o dia 17 de dezembro, na capital, Abuja.
O primeiro cancelamento do concurso nigeriano para o Miss Universo ocorreu em 1993, devido às tensões políticas que cercavam as eleições presidenciais de 12 de junho daquele ano. O segundo cancelamento do MBGN (que não deve ser confundido com o Miss Nigéria, detentor da concessão do Miss Universo para o país apenas na primeira vez que o país participou do certame, em 1984, em Miami) ocorreu em 1997.
Em 28 participações não consecutivas no Miss Universo, a Nigéria só conseguiu uma classificação, em 2001, em Bayamón (Porto Rico), com Agbani Darego, que ficou entre as 10 semifinalistas. O aproveitamento do país no concurso é de 3,57%, um dos menores entre os países que o Críticas tem apurado.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s