Sede do Miss Universo 2016, Filipinas não adota horário de verão desde 1990


Com isso, certame terá 10 horas de diferença de fuso horário em relação ao horário brasileiro de verão, que já começou em Umuarama, cidade de competição de Raíssa Santana, candidata brasileira ao título

Da redação TV em Análise

Missosology/Reprodução/29.07.2016
Para evitar problemas de tráfego, Mall of Asia Arena receberá certame às 4 da madrugada

País escolhido pela Miss Universe Organization para sediar a 65ª edição do concurso de Miss Universo, daqui a 105 dias, as Filipinas não costumam adotar o horário de verão, como ocorre no Brasil desde 1985. Em toda a história do país, as Filipinas já adotaram o horário de verão em quatro oportunidades. A primeira delas foi no governo do presidente Manuel L. Quezon (1878-1944), entre 1936 e 1937. A segunda ocasião em que as Filipinas tiveram de aderir ao horário especial para a redução do consumo de energia elétrica ocorreu durante o mandato de Ramon Magsaysay (1907-1957), em 1954.
A terceira ocasião em que as Filipinas adotaram o horário de verão foi em 1978, durante o governo do ditador Ferdinand Marcos (1917-1989). Um ano após a morte de Marcos, sua sucessora, Corazon Aquino (1933-2009) se tornou a última chefe do Executivo filipino a adotar o horário de verão.
Inicialmente, o horário de verão foi implantado nas Filipinas para diminuir o número de horas de consumo de energia elétrica, sobretudo de iluminação. Com o aperfeiçoamento do sistema nacional de distribuição e geração de energia elétrica, a prática do horário de verão filipino foi colocada em desuso. Em abril de 2006, o Departamento de Indústria e Comércio propôs a reimplantação da medida, sem sucesso. Em agosto de 2014, o antecessor de Rodrigo Duterte, 71, Benigno “Noynoy” Aquino III, 56, foi alertado pelo deputado Arnel Ty para implantar o horário de verão entre novembro de 2014 e janeiro de 2015 e março a junho de 2015, para preparar o país para uma possível crise no abastecimento de energia elétrica. No entanto, Noynoy Aquino não quis implantar a medida.
As Filipinas são um conjunto de 7.107 ilhas localizadas no hemisfério norte do sudeste asiático. Anteriormente, o país recebeu o Miss Universo em 1974 e 1994, em dois locais diferentes da cidade de Pasay (região metropolitana de Manila) – o Centro Cultural das Filipinas e o Centro Internacional de Convenções das Filipinas, mantidos pelo Governo. Desta vez, o concurso ocorrerá numa casa de eventos da iniciativa privada, a Mall of Asia Arena, administrada pela SM Prime Holdings, através da SM Tickets.

Paulo Lopes/Futura Press/Estadão Conteúdo/01.10.2016
Raíssa Santana: com horário de verão, torcidas no Paraná e na Bahia

Com a não adoção do horário de verão nas Filipinas, o concurso Miss Universo 2016 terá uma diferença de 10 horas de fuso horário em relação ao horário brasileiro de verão, que começou à meia-noite deste sábado (15). Pelo planejamento do Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês), o concurso deverá começar às 4h da madrugada do dia 30 de janeiro de 2017, “para evitar problemas de tráfego”, como assinalou a subsecretária da pasta, Katherine “Kat” de Castro, em anúncio feito à imprensa na quinta-feira (6). Na prática, para o público brasileiro, o concurso começará às 18h (horário de Brasília). No entanto, esse horário de transmissão ainda precisa ser confirmado pela Miss |Universe Organization, pela geradora americana do certame, a FOX, e pela controladora da MUO, a WME/IMG. Caso esse horário se conforme, apenas o canal pago TNT fará a transmissão ao vivo do evento para o país. Por questões de grade, a Rede Bandeirantes, detentora do Miss Universo em sinal aberto, deverá exibir uma gravação após o Pânico na Band, quando todos já terão conhecimento do resultado do certame.

Duas torcidas para Raíssa Santana: Paraná e Bahia

No dia do Miss Universo 2016, 29 de janeiro, os torcedores da candidata brasileira ao título, Raíssa Santana, 21, vão estar divididos entre Umuarama (563 km a noroeste de Curitiba, capital do Paraná) e Itaberaba (289 km a oeste de Salvador, capital da Bahia). Enquanto Umuarama, cidade pela qual Raíssa competiu e venceu o título de Miss Paraná 2016, observa o horário de verão, Itaberaba, cidade natal da nova Miss Brasil, estará fora do horário de verão. Na cidade baiana, o Miss Universo 2016 começará às 17h locais.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s