A 110 dias do Miss Universo 2016, Philippine Daily Inquirer faz papel de Fiesp filipina contra o concurso


Jornaleco planta “PEC da Morte” e usa de robôs virtuais para desqualificar esforços do Departamento de Turismo e da Miss Universe Organization

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Rovena Rosa/Agência Brasil/18.04.2016

A infantilidade do jornal Philippine Daily Inquirer, o de maior tiragem das Filipinas, chegou ao limite extremo na manhã desta terça-feira (11), ao sugerir, em editorial, que não se realize por lá a 65ª edição do concurso de Miss Universo, marcada para daqui a 110 dias, na Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila). Ao conclamar o Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês), o Inquirer se cale de robôs virtuais que plantaram um suposto abaixo assinado cirando, entre outras asneiras, citando “sexismo” do presidente Rodrigo Duterte, 71, ao assinar contrato com a Miss Universe Organization para a realização do Miss Universo 2016.
Ao fazer publicar as aberrações verbais de 30 signatários, o Inquirer repete o comportamento fundamentalista do conjunto da imprensa brasileira que arquitetou matérias sórdidas para impedir que a ex-presidenta Dilma Rousseff, 68, governasse em seu segundo mandato. Faz com o Miss Universo o mesmo que a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, a Fiesp, em conjunto com os grupos Globo, Bandeirantes, Sílvio Santos, Record, Abril e Folha, fez para apear Dilma do poder: instalar patos infláveis gigantes na Avenida Paulista e no Viaduto do Chá (foto), para urdir pela queda de Dilma, do Partido dos Trabalhadores e pela criminalização dos movimentos sociais de esquerda, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Planta uma agenda que atenda à ânsia de vômito de oportunistas de ocasião, que visem difamar a honra e a dignidade de Pia Wurtzbach, eleita Miss Universo para encerrar um jejum de 42 anos sem títulos deste concurso internacional para as Filipinas.
Assinada pela jornalista Rina Jimenez Daniel, a aberração mais recente do Philippine Daily Inquirer é mais uma das cometidas por este órgão de imprensa, que em alguma coisa parece se assemelhar a O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Rede Globo, Rede Bandeirantes, Rede Record, revistas Época, Veja e Istoé, campeã de processos judiciais. O Inquirer quer para os concursos de misses nas Filipinas uma espécie de “PEC da Morte”, semelhante à que 366 deputados federais brasileiros fizeram aprovar antes do Inquirer tornar públicas suas aberrações editoriais.
Para o Miss Universo 2016, o Philippine Daily Inquirer quer que Duterte, espécie de Michel Temer das Filipinas, edite ema PEC 241 para proibir a realização de concursos de misses no país, lastreada nas baboseiras dos movimentos feministas, parte dos quuais já foi para o túmulo, junto com gente do porte de Rose Marie Muraro. Será que os acionistas do Inquirer esqueceram que a atual Miss Universo é filipina e fez-se uma grande festa para sua acolhida após a vitória em Las Vegas? Que projeto de país o Philippine Daily Inquirer defende? O dos lunáticos da Fiesp em associação com o Vem Pra Rua, Revoltados Online, Movimento Brasil Livre e Intervenção Militar Já? Ou a bipolaridade de Duterte no que tange ao quesito de direitos humanos?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ética jornalística, Outras Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para A 110 dias do Miss Universo 2016, Philippine Daily Inquirer faz papel de Fiesp filipina contra o concurso

  1. Pingback: A íntegra da declaração do Departamento de Turismo das Filipinas sobre a situação da sede do Miss Universo 2016 | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Subsecretária de Turismo das Filipinas pede que questões políticas sejam afastadas do Miss Universo 2016 | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s