Site lista cinco razões para desmentir rumores de desistência das Filipinas sediarem o Miss Universo 2016


Jornalista do jornal Inquirer publicou matéria nesta sexta-feira (7) alardeando o terror entre as coordenações nacionais, candidatas e Comitê Organizador Filipino

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Missosology/Reprodução/29.07.2016
Concurso ocorrerá às 4h da manhã do dia 30 de janeiro, no Mall of Asia Arena, em Pasay (Grande Manila)

Um dos erros básicos do jornalista é repetir o método do ministro da propaganda nazista Joseph Goebbels (1897-1945): uma mentira repetida mil vezes acaba se tornando uma verdade absoluta. Foi nesse erro idiota que incorreu o articulista Luis Carlo San Juan, ao elocubrar em artigo no jornal Inquirer as asneiras mais absurdas acerca de uma suposta desistência das Filipinas em sediar o concurso Miss Universo 2016, marcado para o dia 30 de janeiro de 2017, no Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila). Ao lado de Luis Carlo, muitos outros jornalistas do mesmo diário tem incorrido na mesma cantilena: mentir para angariar cliques e vender jornais. Lamentavelmente, o TV em Análise Críticas não comunga dessa cartilha imbecil e pede desculpas a seus leitores pelo transtorno causado pelo Inquirer, baseado em supostas fontes da WME/IMG, empresa dona do Miss Universo.
No início de nosso expediente noturno, encontramos em um site chamado The Trending Facts uma matéria desmentindo ponto por ponto as mentiras pregadas pelo jornalista do Inquirer. No primeiro item, está o óbvio: o Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês) desmentiu de forma enfática as mentiras assacadas sobre o fim da candidatura filipina. O contrato já foi assinado por ambas as partes. Em outro ponto do texto, está destacada a presença de diretores da Miss Universe Organization e da própria Miss Universo 2015, Pia Wurtzbach, 27, para acompanhar o processo de anúncio oficial das atividades do certame. A equipe da MUO só sairá das Filipinas depois do certame, no dia 1º de fevereiro.
A despeito dos atritos já causados com a comunidade internacional com reiterados pedidos de desculpas, o presidente filipino Rodrigo Duterte, 71, de acordo com o site, está sim interessado na realização do certame no país. Tanto é que já assinou o contrato com a MUO, a WME/IMG e a FOX, emissora americana encarregada de fazer a geração internacional para 213 países e territórios. Todo o sistema de transportes do país está pronto para receber as candidatas. Uma das quatro empresas patrocinadoras já comprou ônibus executivos para servir as competidoras, Portos, aeroportos e terminais rodoviários já estão sendo preparados para receber as caravanas de torcedores das candidatas nacionais, que até o momento são 71. Um iate e um avião também já foram colocados à disposição do Comitê Organizador Filipino (PHC, na sigla em inglês), para receber as devidas adaptações.
Por fim, na visão do Trending Facts (que passa ser também a do Críticas), há outros três patrocinadores privados que proverão as misses das acomodações e materiais necessários ao suporte, estadia, acomodação e alimentação dos organizadores, e das candidatas. Um caso notório é a construção já quase pronta do resort Okada Manila, erguido pela Universal Entertainment Corporation, pertencente a um empresário japonês. Outro detalhe é que, para atender a demandas internacionais de transmissão ao vivo, o Miss Universo 2016 foi programado para as 4h da madrugada do dia 30 de janeiro (18h, pelo horário brasileiro de verão, 17h pelo horário de Teresina e 15h, pelo horário da costa leste americana). A informação foi prestada no final da manhã desta sexta-feira pelo DOT.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Outras Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s