Departamento de Turismo das Filipinas desmente boatos sobre suposto cancelamento do Miss Universo 2016


Concurso vai ocorrer no dia 30 de janeiro em Pasay e negociações com a MUO seguem

Da redação TV em Análise

Reprodução/Facenook/Kat De Castro
Boatos foram negados pela subsecretária do DOT, Katherine “Kat” de Castro

Menos de dois dias após a eleição da paranaense Raíssa Santana como Miss Brasil 2016, o Departamento de Turismo das Filipinas (DOT, na sigla em inglês), tratou de desmentir supostos rumores de que o concurso Miss Universo 2016 estaria sendo cancelado, sobretudo em função dos ataques violentos do presidente do país, Rodrigo Duterte, 71, a líderes, personalidades e instituições internacionais, como o apresentador americano Steve Harvey, 59, o presidente americano Barack Obama, 55, e a União Europeia, para a qual apontou o dedo médio num gesto obsceno em resposta às críticas de entidades de direitos humanos como a Anistia Internacional relativas à política tida como “sanguinária” de repressão ao tráfico de entorpecentes e às execuções de traficantes patrocinadas pelo Estado, ponto polêmico da campanha de Duterte.
O rumor de que o Miss Universo 2016 sairia das Filipinas começou a ser espalhado em um post, já apagado, publicado na quinta-feira (29/9), na rede social da subsecretária Kat de Castro, que expressava preocupação com a definição do cronograma das atividades paralelas do certame, já escaladas para acontecer nas cidades de Cebu, Davao, Iloilo, Palawan, Siargao e Vigan. A programação das candidatas nessas regiões vai acontecer entre os dias 13 e 25 de janeiro de 2017. No dia 26, as misses embarcam para Pasay, onde participarão das atividades relacionadas à final televisionada da manhã do dia 30 de janeiro, pelo horário local (noite do dia 29, pelo horário de Brasília).
“Não estamos preocupados com cancelamento algum do concurso de Miss Universo. Nós ainda estamos em reuniões com a MUO (Miss Universe Organization). Deixem-nos fazer o anúncio oficial antes de formular qualquer conclusão”, disse a subsecretária em declaração ao jornal Inquirer. De acordo com o DOT, ema equipe da MUO esteve nas Filipinas na última semana para iniciar o processo de inspeção das dependências que receberão as atividades da 65ª edição do concurso, a ser realizada no Mall of Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila).

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s