Segunda semana do X Factor Brasil fica no traço em Brasília e audiência nacional de reality musical da Band cai


Apenas 8.125 domicílios estiveram sintonizados no reality musical da Band na capital federal de acordo com dados da Kantar Ibope

Da redação TV em Análise

Band/Divulgação


Fase de audições teve queda de 16,66% no número de telespectadores

Além de capital da República, Brasília passa a ostentar um título nada desejável: o de praça de pior audiência para a segunda semana do reality musical X-Factor Brasil, da Rede Bandeirantes. De acordo com dados publicados nesta terça-feira (13) pela Kantar Ibope Media, a competição registrou média domiciliar de 0,9 ponto, sendo vista em 8.125 domicílios por 15 mil telespectadores, com alcance de 97.400 indivíduos.
Ainda de acordo com a empresa, Manaus foi a praça de maior média domiciliar para a segunda semana do X-Factor Brasil – 3,9 pontos (21.715 domicílios), com 29.500 telespectadores e alcance de 133.100 indivíduos. No entanto, em números absolutos, tais números não querem dizer nada se comparados com os da principal praça de medição – a Grande São Paulo, onde a média domiciliar de 2,4 pontos alcança 166.598 domicílios, 217.700 telespectadores, com alcance individual de 1.415.200 telespectadores.
Nos dados nacionais, que compreendem também os mercados do Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, a segunda semana do X-Factor Brasil registrou média domiciliar de 2,1, alcançando 505.860 domicílios, 684.202 telespectadores (1,0) com alcance de 4.036.791 indivíduos. Em comparação à primeira semana, o reality perdeu 19,23% de domicílios ligados, 16,66% de telespectadores e 3,27% do alcance individual, Cada ponto equivale a 684.202 telespectadores em 240.886 domicílios nos 15 mercados auditados para o Painel Nacional de Televisão.
Os dados da matéria se referem às exibições dos dias 5 e 7 de setembro.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, MPB, Numb3rs, Reality-shows e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s