As indicações ao 68º Primetime Emmy nas categorias de edição de som


American Horror Story: Hotel repete indicação de sindicato; séries e documentários anteveem cenário do Golden Reel Awards 2017

Da redação TV em Análise
(Atualizado em 7/9/2016 às 12h59)

Suzanne Tenner/FX/Divulgação/07.10.2015


Feito veio pelo Checking In da temporada

Na contramão do Motion Picture Sound Editors, que optou por fatiar as áreas de edição de som de sua premiação sindical, o 68º Primetime Emmy agiu de forma unificada, ao juntar numa mesma calha, supervisão de edição de som, edição de som, efeitos sonoros (que já foi item do Oscar, inclusive), diálogo e narração adicional, foley e edição de música, áreas que normalmente não seriam compreensíveis para efeito de competitividade no “Oscar técnico do horário nobre americano”. Do escopo de indicados do 63º Golden Reel Awards realizado no dia 27 de fevereiro, apenas American Horror Story: Hotel emplacou indicação de curta duração também para o Emmy de edição de som em minissérie.
Nas áreas de documentário e série, nenhuma produção saiu do ciclo do Golden Reel Awards 2016, o que denota que algumas produções do ciclo do 68º Primetime Emmy podem ir para o 64º Golden Reel Awards, que não tinha data definida até o fechamento desta matéria. Abaixo, a lista detalhada de indicados

CATEGORIAS DA PREMIAÇÃO PRÉVIA DE 10/9/2016

Edição de som em minissérie, telefilme ou especial
Gary Megregian (supervisor) – American Horror Story: Hotel (Checking In)
Kurt N. Forshager e Joe Bracciale (co supervisores) – Fargo (The Castle)
Gary Megregian (supervisor) – Roots (Night Two)
Douglas Sinclair (supervisor) – Sherlock: The Aboninable Bride (Masterpiece)
Howard Bargroff (editor de som) – The Night Manager (Episódio 3)

Edição de som em série
Benjamin Cook (supervisor) – Black Sails (XX)
Tim Kimmel (supervisor) – Game of Thrones (The Door)
George Haddad (supervisor) – Gotham (Azrael)
Lauren Stephens (supervisora) – Marvel’s Dardevil (New York’s Finest)
Jane Tattersall (supervisora) – Vikings (The Last Ship )

CATEGORIA DA PREMIAÇÃO PRÉVIA DE 11/9/2016

Edição de som em programa de não ficção
Brian Bracken (editor de som) – Anthony Bourdain: Parts Unknown
Tom Paul (supervisor) – Cartel Land
Skip Lievsay (supervisor) – He Named Me Malala
Daniel Ward (editor de som) – Making a Murderer (Lack of Humility)
Joshua L. Pearson (editor de som) – What Happened, Miss Simone?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Áreas técnicas, Documentários, Minisséries e telefilmes, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s