Boletins de misses dão mais audiência que a Fórmula Indy


Grande Prêmio do Texas escanteou materiais de candidatas estaduais do Miss Brasil 2016 para a madrugada do domingo, 28 de agosto

Da redação TV em Análise

Larry Papke/Associated Press/27.08.2016


Vitória de Graham Rahal não interessava aos missólogos

A transmissão do Grande Prêmio do Texas na noite do sábado (27) decepcionou os fãs dos concursos de misses que esperavam pela veiculação do boletim semanal das candidatas ao Miss Brasil 2016 na faixa usual das 22h10. Iniciada às 22h17, a transmissão da corrida vencida por Graham Rahal, 27, no Texas Motor Speedway, em Fort Worth (região metropolitana de Dallas-Forth Worth) rendeu à Band 199.320 telespectadores nos 15 mercados auditados pela Kantar Ibope Media para o Painel Nacional de Televisão – São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre – e média individual de 0,3. O número de telespectadores da corrida foi 19,37% menor que a média de todos os boletins das candidatas ao Miss Brasil que a Band veiculou no horário nobre até 13 de agosto (247.210 telespectadores e média de 0,4).
Após a parada forçada para a Olimpíada do Rio e a corrida da Indy, os boletins do Miss Brasil 2016 retornam à grade do horário nobre da Band neste sábado (3), entre 22h18 e 22h25. Os números de audiência do material que for veiculado nesta noite serão liberados pela Kantar Ibope na quinta-feira (8).
No último sábado, os boletins de misses foram divididos em duas faixas: uma antes e outra após o programa Show Business. Por causa da corrida, o público de Santa Catarina foi obrigado a assistir o Miss Santa Catarina 2016 já gravado e com o resultado vazado em redes sociais. Cada ponto equivale a 684.202 telespectadores em 240.886 domicílios nos 15 mercados reportados.

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Esportes, Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s