Quatro grupos conseguem os US$ 11 milhões necessários à realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas


Um deles vai fornecer os meios de transporte para as 95 candidatas

Da redação TV em Análise

Chrisee Dela Paz/Rappler


Anúncio foi feito pela secretária de Turismo, Wanda Teo

Um grupo de empresários e investidores filipinos, chineses e japoneses, liderados pelo ex-governador da província de Ilocos Sur (ilha de Luzon, norte das Filipinas), Chavit Singson, conseguiu arrecadar a quantia de US$ 11 milhões necessária à viabilização da realização do concurso Miss Universo 2016 no país. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira (29) pela chefe do Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês), Wanda Teo, em entrevista dcoletiva realizada na sede do órgão, na cidade de Makati (região metropolitana de Manila).
Os grupos e empresas que confirmaram patrocínio ao Miss Universo 2016 são a Philippine Airlines, SM Group, Universal Entertainment Corporation e Solar Entertainment. Esses grupos vão cobrir um gasto que o presidente do país, Rodrigo Duterte, já avisou que não vai cobrir, para evitar acusações de deputados de oposição, interessados em seu impeachment ou em denunciá-lo à Suprema Corte pelo uso de entes públicos na organização da 65ª edição do Miss Universo. De acordo com o Comitê Organizador Filipino (PHC, na sigla em inglês), a presença do Estado ficará restrita aos aparatos de segurança, principalmente na prevenção contra a ação de grupos terroristas como o Estado Islâmico e seu braço regional, o Abu Sayyaf e na vigilância de aeroportos, portos, espaço aéreo e locais onde as candidatas vierem a fazer visita ou atividades oficiais, como ensaios de trajes de banho, nas regiões de Davao, Iloilo, Vigan e Cebu.
A chefe do DOT assegurou que um dos empresários participantes da coleta de fundos comprou um avião particular, um mega iate e uma frota de ônibus executivos de luxo para servir às candidatas ao título de Miss Universo 2016. Até o fechamento desta matéria, 59 países e territórios de 95 possíveis já tinham confirmado sua participação. Atualmente, a Miss Universe Organization possui 107 coordenações nacionais ativas.

Outro lado

Da parte americana do Miss Universo 2016, a MUO ainda não fechou os patrocínios que, somados às parcerias filipinas, podem chegar a 25, contando órgãos do governo federal, prefeituras e governos das províncias envolvidas na programação paralela, além de fundações de caridade parceiras tanto da MUO quanto dos organizadores locais. A rede de televisão aberta FOX já tem assegurada a parceria local de mídia para a retransmissão do certame e geração internacional em língua inglesa. A tarefa será dividida com a rede local ABS-CBN, detentora dos direitos do Miss Universo desde 2011.
Até o fechamento desta matéria, nem a FOX, tampouco a MUO ou a sua controladora, a WME/IMG, emitiram qualquer press-release acerca do status de realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas. Todas as iniciativas a este respeito tem sido tomadas apenas pelo Departamento de Turismo do país. Na sede da MUO, em Nova York, ninguém está autorizado a falar sobre o assunto.

Os locais já definidos: Pasay sediará final televisionada

De acordo com a secretária de Turismo Wanda Teo, a cidade de Cebu (848 km ao sul de Manila, na ilha de mesmo nome) está sendo sondada para receber os ensaios oficiais das candidatas em trajes de banho. Também está nos planos a ilha de Siargao, na província de Surigao del Norte (região de Mindanao, 757 km ao sudeste de Manila), que apresentou proposta formal ao DOT na quinta-feira (25).
Para o segmento de trajes típicos, a cidade histórica de Vigan (405 km ao norte de Manila) está sendo sondada. A final televisionada do Miss Universo 2016 está confirmada para o Mall od Asia Arena, em Pasay (região metropolitana de Manila), na manhã do dia 30 de janeiro de 2017 (segunda-feira, noite do dia 29 de janeiro, pelo horário de Brasília).
Segundo a chefe do DOT, a realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas “terá um grande impacto” na promoção de Cebu como “importante porta de entrada internacional”, após a realização do ensaio oficial de trajes de banho do certame na cidade. “Em vez de promover os destinos populares de Boracay e Palawan, eu queria focar as atenções em Cebu, porque o presidente (Duterte) quer promover Cebu como uma importante porta de entrada para o turismo internacional”, sentenciou Wanda Teo.
Locais como a Philippine Arena de Bocaue (Bulacan, região metropolitana de Manila) chegaram a ser cotados para receber o Miss Universo 2016, mas foram descartados “por razões de segurança”. Na mesma situação ficaram a Smart Araneta Coliseum, em Quezón City (também na Grande Manila), o Ynares Center de Antipolo (Rizal) e o Clark Expo Amphitheater em Angeles (Pampanga).

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Quatro grupos conseguem os US$ 11 milhões necessários à realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas

  1. Pingback: Realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas é realidade dada como certa. Apenas a WME/IMG, dona do concurso, e a FOX não se deram conta | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Para Miss Universe Organization, realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas não está totalmente garantida | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Começam a ser assinados os primeiros contratos de fornecedores filipinos do concurso Miss Universo 2016 | TV em Análise Críticas

  4. Pingback: Para Departamento de Turismo das Filipinas, resta apenas a WME/IMG e a FOX emitirem o press release oficial do concurso Miss Universo 2016 | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s