Mais cedo durante Olimpíada, audiência dos boletins de candidatas ao Miss Brasil 2016 cai bruscamente


Desde junho, perfis das misses recém-eleitas acumulam queda de 24,6%

Da redação TV em Análise

Organização Miss Brasil Universo/Divulgação/01.08.2016


Pior público ficou com o boletim da candidata do Amapá, Joely Teixeira

Com horários alterados na grade da Rede Bandeirantes devido às transmissões noturnas da Olimpíada de Verão do Rio de Janeiro, os boletins das candidatas estaduais ao título de Miss Brasil 2016 apresentaram uma violenta queda de público, de acordo com os dados liberados nesta quarta-feira (17) e quinta-feira (18) pela Kantar Ibope Media. De acordo com os números relativos ao Painel Nacional de Televisão, houve um decréscimo de 11,03% no número de telespectadores verificado entre os boletins dos dias 6 e 13 de agosto. O boletim com a candidata do Amapá, Joely Teixeira, 23, exibido entre as 21h39 e 21h41 do sábado (13), teve os piores números registrados desde o início da série de materiais com vista à cobertura da emissora para o certame, no dia 6 de junho. Gravada na capital, Macapá, a pílula foi vista por apenas 201.150 telespectadores e registrou média individual de 0,3 ponto.
No sábado anterior (6), o material com a candidata de Pernambuco, Talita Martins, 20, levado ar ar entre 21h31 e 21h32, foi visto nas mesmas praças por 226.100 telespectadores e registrara a mesma média do boletim da candidata amapaense. No entanto, perdeu 12,58% de telespectadores em comparação ao boletim que apresentou a candidata do Rio Grande do Sul, Letícia Kuhn, 22. Cada ponto equivale a 684.202 telespectadores em 240.886 domicílios nas praças de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. Números detalhados

Data Espec. Média (ind) Evolução (espec./%)
4/6/2016 266.810 0,4
18/6/2016 280.520 0,4 5,13
25/6/2016 250.640 0,4 -10,65
2/7/2016 240.150 0,3 -4,19
9/7/2016 247.680 0,4 3,13
23/7/2016 253.190 0,4 2,22
30/7/2016 258.650 0,4 2,15
6/8/2016 226.100 0,3 12,58
13/8/2016 201.150 0,3 11,03
Média/Período 247.210 0,4
Evolução/Período -24,60

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Datamisses, Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Numb3rs, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Mais cedo durante Olimpíada, audiência dos boletins de candidatas ao Miss Brasil 2016 cai bruscamente

  1. Pingback: Boletins de misses dão mais audiência que a Fórmula Indy | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Candidata amazonense recupera audiência perdida de boletins do Miss Brasil 2016 durante Olimpíada | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Com piauiense, capixaba e paraense, último boletim de candidatas estaduais do Miss Brasil 2016 registra a segunda pior audiência nacional | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s