As indicações ao 68º Primetime Emmy nas categorias de direção


Mudanças no número de indicados em série cômica e série dramática fazem Veep e American Crime Story dividirem liderança

Da redação TV em Análise

HBO/Divulgação


Especial de Amy Schumer dirigido por Chris Rock para a HBO concorre

Embora irrelevante a outros meios de comunicação, as mudanças no número de indicados em boa parte das categorias competitivas do 68º Primetime Emmy passam a ter importância a partir das categorias de direção. Consideradas espinhas dorsais da cerimônia principal do dia 18 de setembro, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, as áreas de direção em série cômica, direção em série dramática e direção em minissérie ou telefilme (embora com nomenclatura diferente) são as de maior importância do escopo de seis categorias competitivas reservada aos filiados do Directors Guild of America (DGA).
Entre as produções roteirizadas, o maior carreamento de indicações vem de Veep e The People v. O.J. Simpson: American Crime Story, que com suas três indicações respectivas ajudaram a beneficiar o escopo geral de indicações respectivas – 17 e 22. Líder geral de indicações, Game of Thrones recebeu apenas duas indicações de direção, que mão é o ponto forte da trama.
Do escopo de indicados ao 68º DGA Awards, três diretores de séries cômicas (Mike Judge, Jill Soloway e Chris Addison) aparecem entre os indicados ao 68º Primetime Emmy, apesar de obedecerem a ciclos televisivos distintos. Entre as séries dramáticas, Lesli Linka Glatter (Homeland) e Michael Engler (Downton Abbey) emplacaram no “Oscar do horário nobre americano” os mesmos episódios a que concorreram na premiação sindical, realizada no dia 6 de fevereiro. Ambos perderam para David Nutter, de Game of Thrones, que não concorre agora. Steven Soderbergh, de The Knick, foi indicado por episódio distinto do que foi indicado pelo DGA.
Fora as categorias de série dramática, série cômica e minissérie ou telefilme, a única categoria de direção que estará presente na cerimônia de 18 de setembro é a de especial de variedades. Ao lado de veteranos como Louis J. Horvitz, Beth McCarthy-Miller e Glenn Weiss, concorre gente nova nesse segmento como o comediante Chris Rock, que dirigiu o especial de comédia de Amy Schumer para a HBO, intitulado Live at The Apollo. As categorias de direção em série de variedades e programa de não ficção conhecerão seus vencedores no domingo anterior, 11 de setembro, no mesmo local. Abaixo, a lista detalhada de indicados

Direção em série cômica
Aziz Ansari – Master of None (Parents)
Mike Judge – Silicon Valley (Founder Friendly)
Alec Berg – Silicon Valley (Daily Active Users)
Jill Soloway – Transparent (Man on the Land)
Chris Addison – Veep (Morning After)
David Mandel – Veep (Kissing Yoyr Sister)
Dale Stern – Veep (Mother)

Direção em série dramática
Michael Engler – Downton Abbey (Episode 9)
Miguel Sapochnik – Game of Thrones (Battle of the Bastards)
Jack Bender – Game of Thrones (The Door)
Lesli Linka Glatter – Homeland (The Tradition of Hospitality)
David Hollander – Ray Donovan (Exsuscito)
Steven Soderbbergh – The Knick (This is All We Are)

Direção em minissérie, telefilme ou especial de drama
Jay Roach – All The Way
Noah Hawley – Fargo (Before the Law)
Susanne Bier – The Night Manager
Ryan Murphy – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story (From the Ashes of Tragedy)
John Singleton – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story (The Race Card)
Anthony Hemingway – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story (Manna From Heaven)

Direção em série de variedades
Ryan McFaul – Inside Amy Schumer (Madonna/Whore)
Paul Pennolino – Last Week Tonight with John Oliver (Episódio 303)
Don Roy King – Saturday Night Live (Apresentadoras: Tina Fey e Amy Poehler)
Tim Mancinelli – The Late Late Show with James Corden (Episódio Pós-Super Bowl)
Dave Diomedi – The Tonight Show Starring Jimmy Fallon (Episódio 325)

Direção em especial de variedades
Louis J. Horvitz – 58º Grammy Awards
Beth McCarthy-Miller – Adele Live in New York City
Chris Rock – Amy Schumer: Live at The Apollo
Thomas Kail e Alex Rudzinski – Grease: Live
Kahlil Joseph e Beyoncé Knowles Carter – Lemonade
Glenn Weiss – The Kennedy Center Honors

Direção em programa de não ficção
Matthew Heineman – Cartel Land
David Gelb – Chef’s Table (Gaggan Anand)
Davis Guggenheim – He Named Me Malala
Laura Ricciardi e Moira Demos – Making A Murderer (Fighting for Their Lives)
Liz Garbus – What Happened, Miss Simone?

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Áreas técnicas, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s