Sob protestos de fãs, Miss Universo 2016 é confirmado para manhã de 30 de janeiro de 2017, por horário nobre americano. Pasay deve desbancar Santa Maria e Quezón City por sede


Despesas de organização devem chegar a US$ 11 milhões, diz Departamento de Turismo das Filipinas; custos serão bancados pela iniciativa privada

Da redação TV em Análise

Missosology


Final televisionada deverá ser realizada na Mall of Asia Arena

Agora é oficial: a 65ª edição do concurso de Miss Universo será realizada na segunda-feira, 30 de janeiro de 2017, nas Filipinas. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (28), pela secretária de Turismo, Wanda Teo, durante entrevista coletiva concedida na capital, Manila, a jornalistas locais. Para sede das preliminares e da final televisionada, Teo considera a realização desses eventos na Mall of Asia Arena, com capacidade para 16 mil pessoas, em Pasay (região metropolitana da capital filipina), que também recebeu o certame em 1974 e 1994. A notícia desagradou fãs no perfil oficial do xoncurso no Facebook. Até o fechamento desta reportagem, a Miss Universe Organization não tinha confirmado a informação.
Para atender a exigências de transmissão ao vivo da geradora americana do certame, a FOX, o certame terá de ser realizado às 9h locais (20h pelo horário de Nova York, sede da emissora), em pleno início de expediente comercial e da Bolsa de Valores de Manila, o qual poderá ser postergado para as 12h, logo após o certame. O expediente não é novo e já foi adotado pela CBS nas duas vezes em que o Miss Universo ocorreu em solo filipino.
A escolha provável de Pasay para sediar o Miss Universo 2016 deve afetar as outras duas cidades que estavam na disputa – Santa Maria de Bulacán e Quezón City. A favor de Pasay deve pesar o fato de a cidade ter acolhido o Miss Universo em dois locais – Centro Cultural das Filipinas (1974) e Centro Internacional de Convenções das Filipinas (1994).
De acordo com Teo, os custos de organização do Miss Universo 2016, estimados em US$ 11 milhões (R$ 35,654 milhões), serão inteiramente bancados pela iniciativa privada, através de contratos de patrocínio a serem firmados nas próximas semanas.

Situação na TV brasileira deve jogar SAG Awards para a 2ª

Com a confirmação da data do Miss Universo 2016, sobrou para a programadora Turner Broadcasting System Latin America o pepino de ter que passar a 23ª edição do Screen Actors Guild Awards para a noite da segunda-feira, 30 de janeiro, devido ao choque da premiação com o concurso de beleza. Pela grade, TNT e TBS transmitem o SAG Awards na TV paga, mas tudo indica que o esquema permanecerá de pool deverá permanecer como está, mas com o deslocamento da premiação para a noite da segunda-feira, 30 de janeiro, para ser exibida em VT.
Tanto a TNT quanto a Rede Bandeirantes, detentora dos direitos do Miss Universo em TV aberta, deverão repetir o esquema do Miss Universo 2014, realizado em 25 de janeiro de 2015 – entrarão com o certame ao vivo, às 23h, pelo horário brasileiro de verão. Procuradas pela reportagem do TV em Análise Críticas, Band e Turner disseram desconhecer a informação. “Os detalhes da transmissão serão informados em momento oportuno”, afirmaram as duas empresas, em nota conjunta.

Steve Harvey deve ser mantido como apresentado, diz emissora filipina; agenda de gravações de reality na NBC e diurnos devem pesar contra

Apesar de sua agenda prever gravações da segunda temporada do reality Little Big Shots para a NBC e dos programas diurnos Family Feud e de um talk-show diurno que leva seu nome, Steve Harvey, 59, deverá permanecer como apresentador do concurso Miss Universo 2016. A informação é do site da rede ABS-CBN, detentora dos direitos do Miss Universo nas Filipinas, e foi confirmada na manhã desta sexta-feira (29) por um funcionário do Departamento de Turismo (DOT, na sigla em inglês).
Em 20 de dezembro de 2015, Harvey protagonizou um dos episódios mais vergonhosos da história do certame, ao errar o resultado do Miss Universo 2015 – Colômbia ao invés de Filipinas. O episódio levou à demissão de dois produtores da WME/IMG, que trabalhavam para a Miss Universe Organization, e à suspensão de seis roteiristas, entre eles quatro trainees, que não tiveram suas identidades divulgadas.

Steve Marcus/Reuters/20.12.2015


Produtores tentarão “plano B” para acelerar gravações de programas de Harvey antes de viagem de apresentador para Manila

No entanto, Harvey, que tem compromisso com a MUO até 2023, poderá nem ir para Manila, a depender da agenda de gravações de um dos programas que apresenta em emissoras americanas. Os produtores tanto de Little Big Shots quanto de Family Feud e Steve Harvey tentam um “plano B” para que esses programas permaneçam no ar no período em que Harvey estiver nas Filipinas. O mais trabalhado será o de antecipar algumas gravações, para que o titular possa viajar para Manila sem maiores sobressaltos.

Reprodução/Twitter/El Meridiano/28.12.2015


Erro de Harvey revoltou colombianos no Ano Novo

Fontes da MUO informaram ao TV em Análise Críticas que o nome de uma eventual co-apresentadora do Miss Universo 2016 começa a ser trabalhado nos bastidores para dividir o palco com Harvey. O intento é evitar que se repita o episódio do ano passado, que gerou revolta na Colômbia, a ponto de moradores de comunidades mais afastadas da capital, Bogotá, fabricarem “bonecos de Judas” de Harvey e da Miss Universo 2015, Pia Wurtzbach, 26, para serem queimados nas festividades da chegada de 2016 no país. Um terceiro nome, a ser anunciado posteriormente, ficará responsável pelos comentários de bastidor do certame, a ser transmitido para 213 países e territórios. A distribuição internacional é da Alfred Haber.
Projeção publicada pelo Críticas na sexta-feira (9) indica que o Miss Universo 2016 de Pasay poderá ser a edição com o maior número de candidatas – 95, no total. Esse número, no entanto, poderá ser revisado para baixo, dependendo de confirmações ou desistências de coordenações nacionais.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Eventos, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Sob protestos de fãs, Miss Universo 2016 é confirmado para manhã de 30 de janeiro de 2017, por horário nobre americano. Pasay deve desbancar Santa Maria e Quezón City por sede

  1. Pingback: Empresário japonês constrói hotel para abrigar candidatas do Miss Universo 2016 em Manila | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Realização do Miss Universo 2016 nas Filipinas é realidade dada como certa. Apenas a WME/IMG, dona do concurso, e a FOX não se deram conta | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s