EXCLUSIVO: JBS-Friboi operou esquema de propinas para Gabriela Markus não ser eleita Miss Universo 2012


Diretores da Band e da Miss Universe Organization, parlamentares petistas e peemedebistas da bancada gaúcha na Câmara dos Deputados e no Senado Federal e jurados do concurso e ministro de Temer foram beneficiados

Da redação TV em Análise

Greg Harbaugh/Miss Universe Organization/Divulgação/17.12.2012


“Não vota na guria e tu eleges a ianque”, dizia um dos bilhetes

Um amplo esquema de distribuição de propinas teria sido operado em dezembro de 2012 pela empresa alimentícia JBS, dona da marca de carnes Friboi, para comprar votos de jurados do 61º concurso de Miss Universo, realizado em Las Vegas, no Estado americano de Nevada. De acordo com informações obtidas com exclusividade pelo TV em Análise Críticas junto a ex-funcionários da extinta Enter-Entertainment Experience, empresa de eventos que o Grupo Bandeirantes de Comunicação operou entre 19 de dezembro de 2010 e 15 de janeiro de 2016, e ex-membros da coordenação do concurso Miss Rio Grande do Sul, malotes de dinheiro teriam sido deixados no Planet Hollywood Resort and Casino, local da competição, perto do quarto do jurado Scott Disick, com os dizeres “Não vota na guria e tu eleges a ianque. PT Saudações”, “Ao Lorde Disick e às criancinhas, com carinho” e “Quando que o Lorde Disick dará as caras nos Pampas?”. Diretores do consórcio Organização Miss Brasil Universo, formado pela Polishop, WME/IMG e Ford Models Brasil, e da Rede Bandeirantes classificaram as denúncias como “gravíssimas” e informaram que tomarão as medidas judiciais cabíveis contra os intermediadores da tentativa de fraude nos resultados do concurso, que contou com a participação de 89 candidatas.
De acordo com a denúncia, cheques de US$ 50 mil (R$ 164.175, em valores atualizados até o fechamento desta matéria) teriam sido ofertados pela JBS a Disick e mais sete jurados da final televisionada do Miss Universo, realizada na noite de 19 de dezembro de 2012. O intento era atender a um pleito do então diretor da Enter, Frederico Nogueira, de “não eleger a Gabriela Markus como Miss Universo 2012, mas de torná-la uma candidata com potencial de ser ganhadora”. Na disputa, Gabriela Markus, que tentou vaga na Assemblea Legislativa nas eleições gerais de 2014 pelo PMDB de Eduardo Cunha, Eliseu Quadrilha e do Temerário Presidente Interino Michel Temer, o Breve, acabou na quinta colocação. A Miss Brasil de 2012 não conseguiu se eleger deputada estadual e ficou apenas dois meses como secretária adjunta de Turismo do governador José Ivo Sartori, aquele que mandou a Brigada Militar bater em estudantes que ocupavam escolas públicas da rede estadual de ensino de forma pacífica e soltar bombas de efeito moral também contra trabalhadores sem-teto, assalariados, trabalhadores rurais sem-terra e minorias, como quilombolas, indígenas, gays, lésbicas e simpatizantes.

Reprodução/Globo News (via O Popular)/01.07.2016


Batida da PF na sede da JBS, atribuída por tucanos a filho de Lula

Recentemente, a Polícia Federal fez uma operação na sede da JBS, na fedorenta Marginal do Tietê, em São Paulo (onde também fica a sede da agonizante Editora Abril, que edita o esgoto jornalístico chamado revista Veja), para coleta de provas de doações ilegais de campanha da empresa em 2014 a candidatos do PT, PMDB, PSDB, PP, PR, PRB, PSC e PMN, como parte da Operação Lava Jato. Só a campanha de Sartori ao Palácio Piratini recebeu R$ 2,5 milhões em doações declaradas da JBS, acusada por adversários do PT de ter como sócio oculto o empresário Fábio Luís da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva, que governou o país entre 2003 e 2010. O Instituto Lula e o advogado pessoal do pai de Lulinha, Roberto Teixeira, negam que a família de Lula seja dona da JBS ou de qualquer outra empresa. A JBS pertence à família do empresário goiano Joesley Batista, casado com a jornalista Ticiana Villas-Boas, ex-funcionária da Band e ex-jurada do Miss Brasil. Atualmente, a mulher de Joesley apresentar realities de competição culinária do SBT patrocinados pela empresa do marido, acusada por delinquentes online ligados ao PSDB de ter Lulinha como “dono”.

Outro lado

Procurado pela reportagem do Críticas, Scott Disick negou ter recebido qualquer tipo de propina quando foi jurado do Miss Universo 2012 e disse ter votado “de acordo com o que constava nas papeletas oficiais do concurso e com a própria vontade”. A assessoria da JBS negou ter oferecido qualquer dinheiro “a eventos que não estejam sob seu patrocínio, o que é o caso do concurso de Miss Universo”. O coordenador do concurso Miss Rio Grande do Sul, Carlos Totti, o ex-diretor da Band, Frederico Nogueira, e a Miss Brasil 2012, Gabriela Markus, não retornaram os pedidos de perguntas até o fechamento desta matéria.

Os códigos

“PT Saudações” se refere ao senador Paulo Paim (PT-RS), que fizera em abril de 2006 discurso saudando a eleição de sua conterrânea Rafaela Zanella como Miss Brasil daquele ano. Representante de Santa Maria, Zanella se clasificou entre as 20 semifinalistas do Miss Universo 2006, realizado em Los Angeles. “Guria” é Gabriela Markus, candidata brasileira ao título de Miss Universo 2012. “Lorde Disick” é Scott Disick, jurado do certame e astro de realities da família Kardashian no canal pago E! desde 2007. “Papmas” é Rio Grande do Sul. “Criancinhas” se refere à então namorada de Scott, a socialite e empresária Kourtney Kardashian, 36, e seus filhos.

David Becker/Getty Images/19.12.2012


“Ianque” é Olivia Culpo, americana eleita Miss Universo 2012 com o dinheiro das propinas da JBS contra Gabriela Markus

O código “PT Saudações” cobre outros parlamentares da legenda na bancada gaúcha no Congresso Nacional à época da participação de Markus no Miss Universo 2012, como os deputados federais Maria do Rosário Nunes, André Vargas (cassado), Pepe Vargas e Bohn Gass. Além destes, também poderia estar coberta pelo código a então deputada federal Manuela D’Ávila, do PCdoB, partido da base aliada da presidenta afastada Dilma Rousseff. Durante o primeiro governo de Dilma, a Enter e a Band receberam verbas substanciais de órgãos federais como o Banco do Brasil, para patrocinar eventos como o concurso Miss Universo 2011, realizado em São Paulo. Também estariam entre os beneficiários da propina ao “Lorde Disick” os parlamentares do PMDB gaúcho ligados à bancada do agronegócio Alceu Moreira, Osmar Terra e Darcísio Perondi. No dia 17 de abril, os três votaram a favor da abertura do processo de impeachment de Dilma.
“Ianque” é Olivia Culpo, candidata norte-americana que venceu o Miss Universo 2012 de forma fraudada, como demonstraram as várias matérias que o Críticas tem feito sobre o assunto desde então.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para EXCLUSIVO: JBS-Friboi operou esquema de propinas para Gabriela Markus não ser eleita Miss Universo 2012

  1. Pingback: Para Donald Trump, denúncias do esquema de suborno no Miss Universo 2012 foram ‘plantadas’ por aliados de Hillary Clinton para tomar-lhe o controle da MUO | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s