As submissões na categoria de melhor atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme do 68º Primetime Emmy


79 atrizes foram inscritas para disputar seis indicações; entre as mulheres, grupo de inscritas é o segundo menor das áreas de atuação da festa principal de premiação

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Suzanne Tenner/FX/Divulgação/03.09.2015


Mesmo com personagem morta na estreia, Sarah Paulson deve concorrer

Encerrando o grupo das categorias de atuação da cerimônia principal de entrega do 68º Primetime Emmy, marcado para o domingo, 18 de setembro, no Microsoft Theatre, em Los Angeles, a área de melhor atriz coadjuvante em minissérie ou telefilme tem a segunda menor quantidade de atrizes inscritas – 79, ficando à frente apenas da categoria de melhor atriz em minissérie ou telefilme, que contou com 29 inscritas. Tal desbalanceamento representa o baixo interesse das emissoras abertas, canais pagos e serviços de streaming em produzir ou, quando é o caso, adquirir produções estrangeiras faladas em inglês feitas através de coprodução. Daí denota-se a maior demanda dessas exibidoras por séries dramáticas (277 inscritas na área de atriz coadjuvante) e cômicas (192 inscritas para atriz coadjuvante).
Três produções aparecem na liderança do quadro de submissões ao 68º Primetime Emmy de melhor atriz em minissérie ou telefilme: Roots, The Wiz Live! e Flesh and Bone tem cinco atrizes inscritas cada. Com quatro atrizes inscritas para disputar uma das seis indicações aparecem Doctor Thorne e American Horror Story: Hotel. No entanto, o grosso da disputa deve vir das produções que tem até três submissões nesta categoria. É o caso de War & Peace (Gillian Anderson, 47), American Crime da vencedora do ano passado Regina King, 45 e Fargo, que deve emplacar Jean Smart, 64, com histórico de uma vitória em 2008, como coadjuvante da cômica Samantha Who?. Deverá ir para sua sétima indicação na carreira, cujo currículo inclui indicações ao Primetime Emmy na condição de atriz convidada em Frasier, 24 e Harry’s Law. Em minissérie, no entanto, essa poderá ser a estreia de Smart na peleja de indicações.
Para fechar a campa, Connie Britton, 49, tem chances remotas de ser indicada por The People v. O.J. Simpson: American Crime Story. Sua presença na dramatização dos eventos do caso O.J. Simpson em nada acrescenta ao jogo. Vem apenas para cumprimento de tabela. Na mesma situação se enquadra Kristin Chenoweth, 47, inscrita pelo fraquíssimo telefilme do Oisney Channel chamado Descendants. Se indicada for a esta edição do Primetime Emmy, será apenas para acrescentar pontos a um histórico de uma vitória – 2009, com a já cancelada Pushing Daisies – em quatro indicações. É pouco provável que concorra. Na briga mesmo permaneceria Uzo Aduba, 35, por sua atuação no teleteatro The Wiz Live! (disponível no Brasil para os assinantes da plataforma Clarovídeo). Vale a pena conferir. Da turma de American Horror Story: Hotel, Kathy Bates, 68, deve levar indicação pela performance como a “porteira do inferno”, no caso, o hotel dos horrores do plot de Ryan Murphy. Também entra na conta Sarah Paulson, 41, a despeito de sua personagem ter morrido no primeiro episódio da minissérie, Checking In, ao som de Hotel California, dos Eagles, lançada em 1976. Por fora corre Angela Bassett, 50, que teve personagem de menor projeção na trama. Apesar disso, deve ser indicada. A lista final de concorrentes desta categoria será anunciada na manhã da quinta-feira (14), no Saban Media Center, em Los Angeles. Abaixo, a lista detalhada de submissões ao 68º Primetime Emmy na categoria de melhor atriz em minissérie ou telefilme

Amanda Abbington – Sherlock: The Abominable Bride (Masterpiece)
Uzo Aduba – The Wiz Live!
Gillian Anderson – War & Peace
Angela Bassett – American Horror Story: Hotel
Kathy Bates – American Horror Story: Hotel
Marina Benedict – Flesh and Bone
Tina Benko – Flesh and Bone
Emily Bergl – American Crime
Mary J. Blige – The Wiz Live!
María Botto – Mad Dogs
Alison Brie – Doctor Thorne
Connie Britton – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Anna Camp – Saints & Strangers
Kristin Chenoweth – Descendants
Olivia Colman – The Night Manager
Emayatzy Corinealdi – Roots
Miley Cyrus – A Very Murray Christmas
Elizabeth Debicki – The Night Manager
Kether Donohue – Grease Live!
Janine Duvitski – Doctor Thorne
Irina Dvorovenko – Flesh and Bone
Faith Ford – Karen Kingbury’s The Bridge
Rebecca Front – Doctor Thorne
Lucy Fry – 11.22.63
Carlacia Grant – Roots
Grace Gummer – Confirmation
Laura Haddock – Luther
Vanessa Hudgens – Grease Live!
Jennifer Hudson – Confirmation
Cherry Jones – 11.22.63
Catherine Keener – Show Me a Hero
Rachel Keller – Fargo
Gwyneth Keyworth – Doctor Thorne
Regina King – American Crime
Vanessa Kirby – The Dresser
Sarah Lancashire – The Dresser
Queen Latifah – The Wiz Live!
Melissa Leo – All The Way
Rose Leslie – Luther
Zoe Lister-Jones – Confirmation
Jessica Lowndes – A Deadly Adoption
Lesley Manville – River
Andrea Martin – Act One (Live From Lincoln Center)
Elizabeth McGovern – Showing Roots
Carson Chapman Meyer – Dolly Parton’s Coat of Many Colors
Tuppence Middleton – War & Peace
Cristin Milioti – Fargo
Stephanie Mills – The Wiz Live!
Jennifer Nettles – Dolly Parton’s Coat of Many Colors
Keke Palmer – Grease Live!
Anna Paquin – Roots
Sarah Paulson – American Horror Story: Hotel
Tonya Pinkins – 11.22.63
Mary Lynn Rajskub – The Girlfriend Experience
Charlotte Rampling – London Spy
Kelly Reilly – True Detective
Retta – Darby Forever
LaTanya Richardson Jackson – Show Me a Hero
Amber Riley – The Wiz Live!
Anika Noni Rose – Roots
Maya Rudolph – The Spoils Before Dying
Winona Ryder – Show Me a Hero
Amy Seimetz – The Girlfriend Experience
Keesha Sharp – The People v. O.J. Simpson: American Crime Story
Kate Lyn Sheil – The Girlfriend Experience
Judith Shekoni – Heroes Reborn
Jean Smart – Fargo
Yael Stone – Childhood’s End
Kiki Sukezane – Heroes Reborn
Erica Tazel – Roots
Allison Tolman – Mad Dogs
Emily Tyra – Flesh and Bone
Cicely Tyson – Showing Roots
Nicola Walker – River
Emily Watson – The Dresser
Raychel Diane Weiner – Flesh and Bone
Vanessa Williams – Kern & Hammerstein’s Show Boat (Live From Lincoln Center)
Mare Winningham – American Horror Story: Hotel
Danika Yarosh – Heroes Reborn

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Atuação, Minisséries e telefilmes, Premiações e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s