Informações desencontradas sobre data podem ameaçar concurso Miss Amazonas 2016. Candidata do Estado ao Miss Brasil poderá ser indicada entre ex-concorrentes


De acordo com a Organização Miss Brasil Universo, certame está marcado para o dia 24 de agosto. No entanto, Wikipedia aponta realização do evento para o dia 17 de setembro

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Marcos Dantas/G1 Amazonas/31.01.2015


Queda de braço pode forçar o cancelamento do concurso: coordenador é contra e defende adequação à data da Band por exibição nacional

Um grave desencontro de informações pode causar o cancelamento da realização do concurso Miss Amazonas 2016, que credenciará a representante do Estado para o Miss Brasil 2016, concurso que credenciará a representante brasileira no Miss Universo. De acordo com o Facebook da Organização Miss Brasil Universo, a data do Miss Amazonas 2016 está inicialmente prevista para a quarta-feira, 24 de agosto. No entanto, o verbete do certame na Wikipedia aponta outra informação: a de que o certame poderá ser realizado no sábado, 17 de setembro. De acordo com fontes da Band, emissora que detém os direitos de transmissão dos concursos estaduais, esta data seria a mais adequada, para atender necessidades de programação.
Formalmente, o martelo ainda não foi batido em relação à data do Miss Amazonas 2016. Por outro lado, a OMBU (joint venture ente Polishop, WME/IMG e Ford Models Brasil) anunciou na segunda-feira (13) o adiamento de dois concursos estaduais. Antes marcado para o sábado, 27 de agosto, o concurso Miss Pará 2016 foi adiado para a quinta-feira, 15 de setembro, sem previsão de transmissão por parte da afiliada local, a RBA TV. Já o concurso Miss Rio Grande do Sul 2016, originalmente marcado para o dia 25 (sábado), foi transferido para o dia 16 de julho, com transmissão gravada da Band local. A alegação do consórcio que gere o Miss Brasil é de que as alterações se deram “por conta dos parceiros locais (que incluem emissoras da Band)”.
Nem cenário mais pessimista, setores da organização do Miss Amazonas já admitem ter que trabalhar com a reserva de ex-candidatas que participaram de edições anteriores do concurso. O chamado “plano B” consistiria num casting fechado para a imprensa, no qual seria anunciado o nome da representante amazonense no Miss Brasil 2016. O coordenador do certame, Lucius Gonçalves, já mandou avisar que é contra a proposta de indicação de uma candidata, pois iria de encontro com a parceria recentemente firmada entre a empresa Pump Entertainment e a Band Amazonas, que prevê a realização do certame, seja em que data for. As negociações para a Polishop providenciar o amparo logístico à coordenação amazonense já começaram. Internamente, Lucius (também presidente do Comitê Nacional de Coordenadores de Concursos de Beleza) trabalha para que o Miss Amazonas 2016 ocorra no dia 17 de setembro, para possibilitar uma eventual exibição também pela Band nacional. “seria uma ótima oportunidade para dar visibilidade ao turismo do Amazonas”, argumenta um diretor do CNCCB, que pediu para não ser identificado.
Procuradas pela reportagem do Críticas, a Organização Miss Brasil Universo e a Pump Entertainment informaram que não irão comentar sobre o assunto, “por tratar-se de negociações em andamento, conduzidas sob o sigilo comercial necessário”.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Informações desencontradas sobre data podem ameaçar concurso Miss Amazonas 2016. Candidata do Estado ao Miss Brasil poderá ser indicada entre ex-concorrentes

  1. Jose disse:

    Afinal, quem está falando a verdade? Caso seja optado pelo plano “B”, há uma grande favorita na escolha da Miss Amazonas 2016, Tamy Cavalcante.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s