Assunto da semana: O jogo surdo dos dramas


A importante briga pelas sete vagas de drama do 68º Primetime Emmy

Peter Kramer/NBC/Divulgação/31.03.2016

Com o início da votação para definir os indicados em boa parte das 113 categorias da 68ª edição do Primetime Emmy, por parte dos 20 mil integrantes da Academia de Televisão, na manhã da segunda-feira (13) e a consequente apresentação das cédulas de indicação nas categorias chave, passa a se ter agora uma série de análises a se traçar das submissões, a começar da área de melhor série dramática. Segundo item mais nobre das áreas de produção, os dramas viraram o primeiro item a se tratar nesse ciclo. Mas por que os dramas antes?

Peter Kramer/NBC/Divulgação/31.03.2016

Explicamos: vamos tratar dos dramas para não embolar a discussão sobre a excelência artística aplicada em produções tipo Mr. Robot, Shades of Blue e Game of Thrones, por exemplo. Não adianta vir com coisa de facilitar a vida do leitor. Dificulta uma percepção separada por item. Seguindo o raciocínio por partes, a peleja de melhor série dramática do 68º Primetime Emmy conta com 151 produções inscritas – número esse 6,33% maior que o registrado na 67ª edição, em 2015, quando 142 produções disputaram as mesmas sete vagas.

Peter Kramer/USA Network/30.10.2014

No segundo ano da vigência da ampliação do escopo de produções indicadas de seis para sete, é possível que a regra (aplicada também às séries cômicas) tenha motivado ainda mais os produtores das 130 séries dramáticas de televisão tradicional que tiveram submissões aceitas para figurarem na cédula de indicação. Vencedor de premiações de mid-season, Mr. Robot aparece com chances certas de indicação para esta edição do Primetime Emmy. Não se trata de uma Jane the Virgin que bate na trave, mas de caso claro de concorrente forte.

Eric Liebovitz/ABC/Divulgação/02.08.2015

Tendo em conta que Thrones defenderá sua segunda estatueta seguida de produção, não é descartável de forma alguma que Homeland e a já encerrada Downton Abbey fechem o grupo principal de potenciais indicações ao 68º Primetime Emmy de melhor série dramática. Para as duas vagas restantes, a briga dos votantes desta fase promete ser intensa nos bastidores. E há quem não descarte um tchau para The Good Wife. Ou até um alô para a Priyanka Chopra em Quantico. Menos, Pritanka, menos. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (19/6)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s