Com debandada de eventos esportivos, Band vai convencer Polishop a aumentar transmissões de concursos estaduais do Miss Brasil a partir de 2017


Próximo concurso estadual da temporada 2016 a ser transmitido em rede ocorrerá no Rio às vésperas da final da Eurocopa

Da redação TV em Análise
Com reportagem de João Eduardo Lima

Antares Martins/Band RS/Divulgação/27.06.2015


Expansão também deverá contemplar Minas Gerais e Rio Grande do Sul

A saída de eventos esportivos como o Campeonato Brasileiro de Futebol, a Liga dos Campeões da Europa e eventos da FIFA como as Copas do Mundo sub-17 e sub-19 deve impulsionar a Rede Bandeirantes a solicitar da patrocinadora master do concurso Miss Brasil, a empresa de varejo Polishop, um aumento na quantidade de concursos estaduais televisionados em rede nacional para a temporada 2017. De acordo com fontes da emissora, o investimento nos concursos de misses nunca se tornou tão indispensável como agora e depois, principalmente depois do encerramento dos acordos de sublicenciamento esportivo junto à Rede Globo, principal candidata a assumir os direitos de transmissão do Miss Universo no Brasil já a partir deste ano. “Se dávamos lucro com o futebol, por que iremos desperdiçar uma oportunidade ao não aceitarmos investir nos concursos de misses, fazendo com que a Polishop nos libere para captar mais anunciantes?”, questiona um representante da área comercial da Band, que pediu para não ser identificado.
De acordo com a Band, a captação de novos anunciantes para o Miss Brasil 2016 foi brecada logo após a chegada da Polishop como patrocinadora master do Projeto Miss, em novembro do ano passado. O argumento inicial para tanto era (e ainda é) a crise econômica que se abate sobre as empresas de comunicação do país, inclusive a Band, que contraiu dívidas em dólar norte-americano com a compra de formatos de realities de competição e com a manutenção da concessão do Miss Universo para o país, entre 2012 e 2015. A criação de uma empresa para cuidar apenas da organização do Miss Brasil, separada da massa falida da Enter e administrada em parte pela Polishop, Ford Models Brasil e WME/IMG, reduziu a Band a mera exibidora e pagadora dos direitos de exibição dos eventos do Projeto Miss, inclusive concursos municipais e estaduais.
Com a nova administração, a Band se sentiu livre para solicitar um aumento na exibição de concursos estaduais em rede nacional. Antes restrito ao Miss São Paulo, que teve 533.010 telespectadores (média de 0,8) na noite de 28 de maio (sábado), de acordo com o Painel Nacional de Televisão (PNT) da Kantar Ibope Media, o pacote de transmissões de concursos estaduais do Miss Brasil 2016 passará a abrigar também o concurso Miss Rio de Janeiro, a ser realizado no dia 9 de julho, na Cidade do Samba (zona portuária da capital fluminense), um dia antes da decisão da Euro 2016. Para 2017, a expectativa da Band é contar também com as transmissões, em rede nacional, dos concursos do Rio Grande do Sul e Minas Gerais, considerados “essenciais” dada a quantidade de títulos de Miss Brasil conquistada por esses Estados. Os concursos de outros 19 Estados (inclusive Bahia e Rio Grande do Norte) e do Distrito Federal permanecerão sendo transmitidos regionalmente pelas emissoras da Band. No entanto, as afiliadas de parte desses Estados sequer tem condições técnicas de fazer as transmissões ao vivo de seus certames. É o caso de Mato Grosso, que realizou seu certame na sexta-feira (10). Não houve tempo hábil para a Band Cuiabá negociar a transmissão do Miss Mato Grosso 2016. Em Roraima, Acre, Amapá, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Maranhão, as afiliadas da Band sequer possuem unidades de transmissão externa ao vivo, o que deve reduzir ainda mais o plano de transmissão dos concursos regionais, restringindo seu número a 12 eventos (inclusive os de livestreaming). Se forem contados apenas as transmissões da Band, esse número cai para 11. Procuradas pela reportagem do TV em Análise Críticas, a Band e a Organização Miss Brasil Universo informam que “não comentarão negociações em andamento” e consideram “inoportunos e irresponsáveis comentários que ponham em xeque a credibilidade da marca patrocinadora nacional do projeto do Miss Brasil 2016, respaldado pelo amplo apoio dos 27 (coordenadores) franqueados estaduais e centenas de (coordenadores) franqueados municipais” (para o Miss Brasil Universo, estima-se a existência de 368 concursos municipais em 20 Estados, excetuando-se os concursos de parte das 31 regiões administrativas do Distrito Federal).

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Com debandada de eventos esportivos, Band vai convencer Polishop a aumentar transmissões de concursos estaduais do Miss Brasil a partir de 2017

  1. Pingback: Por pressão da Polishop, Band inclui RS na programação nacional de transmissões de concursos estaduais do Miss Brasil 2016 | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: EXCLUSIVO: Band pode ter feito mau negócio com a Polishop pelo concurso Miss Brasil | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Coordenações estaduais derrotadas terão de sobreviver à mão grande da Polishop para o ciclo do Miss Brasil 2017 | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s