EXCLUSIVO: 88 países já estão confirmados no Miss Universo 2016


Número deverá se manter ou diminuir à medida que novas aclamações ou concursos nacionais forem sendo realizados

Da redação TV em Análise

European Pressphoto Agency/25.01.2015


Contingente de candidatas deverá se igual ao do Miss Universo 2014

Com a adesão de novas coordenações nacionais, o quadro de países que deverá participar da 65ª edição do concurso de Miss Universo começa a tomar uma forma definitiva. De acordo com levantamento do TV em Análise Críticas a partir da quantidade de candidatas nacionais já eleitas, cruzadas com a quantidade de concursos nacionais com datas confirmadas ou a confirmar e a de países que deverão optar por aclamação, o Miss Universo 2016 poderá ter 88 candidatas. O montante, se confirmado pela Miss Universe Organization, deverá ser o mesmo do Miss Universo 2014, realizado tardiamente em Miami, no dia 25 de janeiro de 2015.
Do contingente apurado, 36 países já elegeram ou aclamaram candidatas para a disputa internacional, a ser realizada em Las Vegas no dia 18 de dezembro, na T-Mobile Arena. Além destes, 23 países e territórios (inclusive o Brasil) confirmaram as datas de seus certames, 10 estão com as datas de seus certames em aberto e 20 ainda não tinham decidido qual forma irão adotar para o envio de suas candidatas – concurso, casting ou aclamação. Abaixo, as listas detalhadas de países com presença previamente assegurada no Miss Universo 2016, separadas por gráficos específicos às suas situações

PAÍSES COM CANDIDATAS ELEITAS PARA O MISS UNIVERSO 2016
De acordo com a ordem alfabética do programa oficial em inglês, com os nomes traduzidos para o português
Albânia Coreia
Angola Malásia
Bélgica Ilhas Maurício
Ilhas Cayman México
Colômbia Montenegro
Croácia Myanmar
República Tcheca Nicarágua
Dinamarca Panamá
República Dominicana Peru
Equador Filipinas
Finlândia Polônia
França Porto Rico
Geórgia Rússia
Honduras Sérvia
Indonésia África do Sul
Israel Estados Unidos
Japão Ilhas Virgens Americanas
Cazaquistão Venezuela
PAÍSES COM DATAS DE CONCURSOS NACIONAIS CONFORMADAS PARA O MISS UNIVERSO 2016
Em ordem cronológica, sujeita a alteração
País Data
Canadá 11 de junho
Áustria 23 de junho
Eslovênia 24 de junho
Bolívia 25 de junho
Ucrânia 29 de junho
Uruguai 30 de junho
Tailândia 23 de julho
Grã-Bretanha 23 de julho
Bahamas 24 de julho
Noruega 30 de julho
Antígua e Barbuda 2 de agosto
Malta 26 de agosto
Hungria 27 de agosto
Haiti 27 de agosto
Jamaica 27 de agosto
Suécia 28 de agosto
Costa Rica 29 de agosto
Nova Zelândia 3 de setembro
Belize 10 de setembro
Islândia 12 de setembro
Barbados 17 de setembro
Guiana 17 de setembro
Brasil 1º de outubro
PAÍSES COM DATAS DE CONCURSOS NACIONAIS EM ABERTO PARA O MISS UNIVERSO 2016
Em ordem cronológica
País Data
Eslováquia junho
Ilhas Virgens Britânicas julho
Turks e Caicos julho
Austrália agosto
China agosto
Guam agosto
Índia setembro
Paraguai setembro
Líbano outubro
Serra Leoa outubro
PAÍSES QUE AINDA NÃO DECIDIRAM DATAS DE CONCURSOS NACIONAIS PARA O MISS UNIVERSO 2016
De acordo com a ordem alfabética do programa oficial em inglês, com os nomes traduzidos para o português
Argentina Lituânia
Aruba Nigéria
Bulgária Portugal
Chile Romênia
Curaçao Santa Lúcia
Estônia Espanha
Gabão Sri Lanka
Itália Trinidad e Tobago
Kosovo Turquia
Letônia Vietnã

Número deverá igualar o segundo maior recorde da história

Pelas estatísticas levantadas, o provável quadro de países do Miss Universo 2016 deverá igualar o recorde estabelecido em Doral e Miami. Nessas cidades, que acolheram a programação do Miss Universo 2014, foi registrada a segunda maior presença de países em todas as edições do Miss Universo. Os maiores contingentes de candidatas foram registrados em 2011, em São Paulo, e em 2012, também em Las Vegas, ambos com 89.
De acordo com especialistas em concursos de beleza ouvidos pelo Críticas, é impossível que o Miss Universo ultrapasse o patamar de 89 candidatas. “O concurso tem um teto limite de candidatas”, alertou um dos especialistas. Em nenhuma edição do Miss Universo realizada desde 2011 usou-se um número igual ou superior a 90 candidatas, o que contraria a seleção natural das candidatas, feita à medida que as submissões de países são aceitas ou não pela Miss Universe Organization. “Tem-se que trabalhar com o bom senso, não com a hipertrofia de números”, assegurou a fonte.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Numb3rs, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s