Apenas três empresas brasileiras marcam presença na L.A. Screenings 2016


Globo, Record e Sato Company estarão com estandes na feira pós-upfronts das redes abertas americanas

Da redação TV em Análise

Rede Record/Reprodução/10.11.2015


Um dos produtos da Record na feira será Os Dez Mandamentos

Durante a semana de upfronts das cinco principais redes abertas americanas – ABC, CBS, FOX, NBC e The CW – com vistas às programações da temporada 2016-2017, um grupo de distribuidores independentes expôs seus produtos para comercialização internacional na L.A. Screenings 2016m, que está sendo realizada no Hotel Intercontinental de Los Angeles. Entre essas distribuidoras, estão três empresas brasileiras – Globo, Record e Sato Company, que vendem ou representam produtos nacionais ou estrangeiros (caso da Sato, representante para o país de direitos de distribuição de séries como Spartacus e de produtos da empresa japonesa Toei Animation). As exibições dessas empresas ocorreram entre a segunda-feira (16) e a quinta-feira (19).
Entre as empresas não americanas também estão na L.A. Screenings empresas importantes como a mexicana Televisa, a coreana KBS, a peruaba Frecuencia Latina, a argentina Telefé e empresas americanas de conteúdo dirigido ao público hispânico como a Telemundo e Univisión. A Alfred Haber, empresa que representa os direitos de transmissão de premiações e eventos como o concurso de Miss Universo, Billboard Music Awards, American Music Awards e Critics’ Choice Awards, também está com estande para vender os eventos para emissoras internacionais interessadas em renovar contratos ou firmar novos acordos no lugar das antigas detentoras. Abaixo, a lista detalhada dos 84 exibidores da 55ª edição do L.A. Screenings:

L.A. Screenings/Divulgação

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Negócios, Programação e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s