EXCLUSIVO: Final do BBB 16 teve audiência menor que a da despedida do American Idol nos Estados Unidos


Reality da Globo foi visto por 10,8 milhões de telespectadores ante 13,3 milhões da competição musical da FOX

Da redação TV em Análise

Raphael Dias/Gshow/05.04.2016


Vitória da goiana Munik Nunes, 19, passou batida…

De forma surpreendente, a final da 16ª temporada do Big Brother Brasil registrou menos audiência que a final de um importante reality musical americano, o American Idol. As temporadas dos dois programas foram concluídas na semana entre 4 e 10 de abril de 2016, que servirá de base para o post seguinte, dos 20 programas mais vistos da TV aberta brasileira, de acordo com a Kantar Ibope Media. É o que mostra um levantamento de informações feito com exclusividade pelo TV em Análise Críticas, após a divulgação dos dados nacionais da Kantar Ibope Media feita na sexta-feira (15).
Levada ao ar na terça-feira (5), a final do Big Brother Brasil 16 foi vista, de acordo com os dados do Painel Nacional de Televisão (PNT) da Kantar Ibope, por 10,8 milhões de telespectadores, registrando média individual de 15,9 pontos. A média domiciliar dos 15 mercados cobertos pelo PNT – São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre – não foi divulgada.
No entanto, a final do BBB 16 perdeu em telespectadores domésticos para a audiência registrada nos Estados Unidos pela final final do American Idol. De acordo com dados da Nielsen Media Research, a decisão do reality musical transmitida pela FOX na noite da quinta-feira (7) foi vista por 13,3 milhões de telespectadores (média de 8,3 e share domiciliar de 14 pontos). Esse número foi 23,14% maior que o registrado pela final do BBB 16, exibida pela brasileira Rede Globo.
Desde que a Kantar Ibope decidiu liberar dados semanais de telespectadores da programação de horário nobre na TV aberta brasileira (englobando apenas as cinco principais redes comerciais – Globo, Record, SBT, Band e Rede TV!, na ordem de faturamento), em setembro do ano passado, é a primeira vez que um programa regular da Globo perde na comparação da audiência doméstica para um reality estrangeiro, tomando como base o número de telespectadores. No Brasil, a final da 15ª e última temporada do American Idol foi transmitida ao vivo pelo canal pago Sony.

Captura de tela/FOX/07.04.2016 (via Daily Mail)


…diante da despedida chorosa do Ryan Seacrest do Idol

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Canta USA, Globelezação, Ibopes da vida, Numb3rs, Reality-shows e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s