Band e Polishop iniciam padronização dos concursos estaduais do Miss Brasil 2016


Até o final do mês, 10 capitais terão sido visitadas para negociações com coordenações locais acerca de formato e diretrizes artísticas dos certames

Da redação TV em Análise

Lucas Ismael/Band/Divulgação/26.09.2014


Sede do Miss Brasil em 2012 e 2014, Fortaleza foi visitada pela comissão que está fiscalizando a produção dos concursos estaduais do Miss Brasil 2016

Uma comitiva de diretores da Organização Miss Brasil, joint-venture formada pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação Polishop e WME/IMG, iniciou na quarta-feira (4), em Salvador, uma série de visitas às 27 capitais com vistas à padronização das etapas estaduais do Miss Brasil 2016 aos parâmetros adotados na transmissão do concurso nacional, co produzido pela Rede Bandeirantes e pela Floresta Produtos para Televisão, unidade parcialmente controlada pela Sony Pictures Television International.
Nos dias que se seguiram, a comitiva do Miss Brasil esteve em João Pessoa (8/3), Belo Horizonte (10/3), Fortaleza (13/3), Brasília (13/3), Vitória (16/3), Rio de Janeiro (17/3), Curitiba (20/3) e Porto Alegre (22/3). A última cidade a ser visitada ainda neste mês é Florianópolis, em data ainda não divulgada.
Antes da realização do primeiro concurso estadual da temporada, na Bahia, no dia 30 de abril, diretores da Organização Miss Brasil esperam ao menos ter visitado metade mais um das capitais dos 26 Estados e do Distrito Federal para as inspeções dos certames regionais. No entanto, representantes do Comitê Nacional de Coordenadores de Concursos de Beleza (CNCCB) temem que a comitiva do Miss Brasil não chegue a capitais da região Norte, como Manaus e Porto Velho devido à crise política e econômica que afeta e país e já compromete parte do orçamento do concurso Miss Brasil para 2016.
A realização do concurso nacional que vai definir a representante brasileira no Miss Universo 2016 está marcada para o dia 1º de outubro, véspera do primeiro turno das eleições municipais. A princípio, fontes da Band negam que o tour de agora sirva para escolher qual capital será a sede do Miss Brasil 2016. Das cidades visitadas pela OMBU, Rio (2005-07), Fortaleza (2012 e 2014) e Belo Horizonte (2013) já sediaram o certame.

Band/Divulgação/04.03.2016


Trabalhos tiveram início em Salvador no último dia 4

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Band e Polishop iniciam padronização dos concursos estaduais do Miss Brasil 2016

  1. Pingback: EXCLUSIVO: Emissoras da Band em 11 Estados devem transmitir concursos estaduais do Miss Brasil 2016 | TV em Análise Críticas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s