EXCLUSIVO: Entre seis etapas nacionais do concurso Miss Universo 2015, Miss Brasil registrou a segunda pior audiência


Concurso promovido pela Band em novembro do ano passado ficou à frente apenas do conturbado concurso de Miss USA, ofuscado pela debandada de patrocinadores que romperam com ex-gestor que ofendeu mexicanos

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise
(Atualizado em 5/3/2016 às 12h07)

Lucas Ismael/Band/Divulgação/16.11.2015


Evento teve média individual de 0,4 ponto em 15 praças

Um dia depois de a Rede Bandeirantes anunciar o cronograma das 27 etapas estaduais e do concurso Miss Brasil 2016, a emissora que detém a representação do concurso de Miss Universo para o Brasil tem uma importante preocupação: tirar a etapa brasileira do concurso internacional de beleza de uma incômoda posição. De acordo com um ranking de audiências televisivas de seis etapas nacionais válidas pelo Miss Universo 2015 selecionadas pela redação do TV em Análise Críticas, o concurso brasileiro ocupa a penúltima colocação na média de audiência domiciliar ou individual. Nos números referentes ao Painel Nacional de Televisão da empresa Kantar Ibope, que cobre 15 mercados – São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Goiânia, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre, o certame realizado no dia 18 de novembro de 2015 registrou média de 0,4 ponto, à frente apenas do conturbado concurso de Miss USA 2015, prejudicado pela debandada de patrocinadores em retaliação aos ataques verbais do pré-candidato do Partido Republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, 69, então gestor da Miss Universe Organization, a imigrantes ilegais mexicanos. Os números detalhados estão na tabela abaixo:

Posição País Data Média (ind ou dom)
1 Porto Rico 9/10/2014 26,9
2 Venezuela 9/10/2014 11,7
3 Filipinas 15/3/2015 10,2
4 Colômbia 17/11/2014 10,1
5 Brasil 18/11/2015 0,4
6 EUA 12/7/2015 0,2

De acordo com o mesmo levantamento, o Miss Brasil também foi o concurso nacional válido pelo Miss Universo 2015 com menor número de telespectadores, entre três concursos nacionais verificados. A França ocupa a primeira colocação, seguida de longe pelos Estados Unidos:

Posição País Data Espec (milhares)
1 França 7/12/2013(*) 8.300
2 EUA 12/7/2015 921
3 Brasil 18/11/2015 317
(*)Data original de eleição da candidata escolhida para a disputa, Flora Coquerel

Dos concursos nacionais que divulgaram seus shares domiciliares, a Venezuela sai na frente. Números:

Posição País Data Share
1 Venezuela 9/10/2014 59,1
2 França(*) 7/12/2013 38.6
(*)Data original de eleição da candidata escolhida para a disputa, Flora Coquerel

O levantamento leva em conta dados divulgados pela Nielsen Media Resarch (Estados Unidos e Porto Rico), Kantar Ibope Media (Brasil, Colômbia e Venezuela), Kantar Media (Filipinas) e Médiamétrie (França).
Nas próximas semanas, o Críticas divulgará números de audiência de outros concursos nacionais válidos pelo Miss Universo 2015 para compor um ranking mais aberto e abrangente possível.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Artigos, Força da Grana, Ibopes da vida, Jóia da coroa, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para EXCLUSIVO: Entre seis etapas nacionais do concurso Miss Universo 2015, Miss Brasil registrou a segunda pior audiência

  1. Pingback: Em evento de programação para 2016, Band boicota concursos de misses | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Com prejuízo de quase R$ 500 milhões noticiado no jornal Metro, Band promete transmissão nacional de dois concursos estaduais, do Miss Brasil e do Miss Universo 2016. A Polishop vai ficar como credora dessa aventura? | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Além de audiência, Band também perde receita com o concurso Miss Brasil 2015 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s