EXCLUSIVO: Em 30 anos de peoplemeter e da eleição de afro-gaúcha, audiência domiciliar e individual do concurso Miss Brasil cai vertiginosamente na Grande São Paulo


Número de telespectadores teve queda de 65,59% e de domicílios ligados, 78,28%; média domiciliar do certame no período caiu 90%

Da redação TV em Análise

Arquivo pessoal/17.05.1986


Concurso que elegeu Deise Nunes na tela do SBT foi o mais visto

Desde que a audiência domiciliar na Grande São Paulo passou a ser medida pela Kantar Ibope Media através de peoplemters, em novembro de 1985, ficou mais claro quantos telespectadores e domicílios sintonizavam determinado programa ou evento. No caso do concurso Miss Brasil que, no boletim publicado pela Folha de S. Paulo de 31 de maio de 1986, respondia por duas das três maiores audiências do SBT (emissora que transmitia a disputa), o cenário é de terra arrasada e êxodo. Desde a eleição da gaúcha Deise Nunes de Sousa, então com 18 anos, na noite do sábado, 17 de maio, no Palácio das Convenções de Anhembi, mantido pela prefeitura da capital paulista, a audiência televisiva do concurso, que credencia a representante brasileira no Miss Universo, caiu vertiginosamente. De acordo com dados apurados com exclusividade pelo TV em Análise Críticas, o número de telespectadores ligados no certame caiu 65,59% (de 1,26 milhão em 1986 para 435 mil no Miss Brasil 2015, televisionado em 18 de novembro do ano passado pela Rede Bandeirantes). E o maia grave: o número de domicílios ligados no concurso caiu 78,28% (de 680 mil há 30 anos, despencou para 147 mil no Miss Brasil 2015, realizado na casa de espetáculos privada Citibank Hall).
Até a eleição de Márcia Gabrielle como Miss Brasil 1985, a audiência dos programas televisivos nas duas principais praças de decisão para o mercado publicitário brasileiro – São Paulo e Rio de Janeiro – era medida com base no percentual de domicílios ligados no evento e escondia o número de domicílios e telespectadores ligados. A compra de equipamentos de ponta para a medição domiciliar, em substituição às entrevistas porta a porta e via telefone, fez a Kantar Ibope aperfeiçoar essa técnica e colocar a público nos relatórios então liberados à imprensa com duas semanas de atraso a quantidade de domicílios e de indivíduos ligados no certame. De acordo com o relatório da Kantar Ibope publicado pela Folha, 1,2 milhão de telespectadores em 680 mil domicílios assistiram à coroação de Deise, primeira afro-descendente a representar o país na disputa do título de Miss Universo. Pela apuração feita pelo Críticas entre janeiro e agosto de 2015 em jornais de época, não há registro de números de audiência anteriores ao Miss Brasil 1982 (em percentual de domicílios ligados). Da mesma forma, não existem números disponíveis em relação às audiências do concurso Miss Brasil em 1987, 1988 e 1989.
No entanto, em meio a números tão escabrosos e assustadores, há, pelo menos, um dado positivo: desde a retomada das transmissões do concurso Miss Brasil em 2002, pela Rede TV!, a audiência individual do evento teve um crescimento de 8,98%. Crescimento esse que, após a transição para a Band, em 2003, foi atenuado por sucessivos altos e baixos. O maior número de telespectadores do concurso Miss Brasil na “era Band” foi verificado em 15 de abril de 2004, quando 1,1 milhão de indivíduos na capital paulista estiveram sintonizados na festa de 50 anos do concurso, realizada com pompa e muito barulho nos órgãos de imprensa. Essa foi a segunda maior audiência individual da série histórica apresentada pelo Críticas. Em comparação ao Miss Brasil 1986, a queda à ocasião foi bem menor: 6,82%. Os números detalhados estão no gráfico abaixo:

AUDIÊNCIA DO CONCURSO MISS BRASIL EM TELESPECTADORES E DOMICÍLIOS NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 1986 e 2002 a 2015
Ano Rede Média Telespectadores Domicílios
1986 (1) SBT 22 1.267.000 680.000
2002 (2) Rede TV! 5 400.000 237.500
2003 (3) Band 7 560.000 339.423
2004 (4) Band 7 1.180.564 339.500
2005 (5) Band 6 1.020.000 285.000
2006 (6) Band 6 1.056.000 313.800
2007 (7) Band 4,5 802.350 244.800
2008 (8) Band 4,3 946.000 238.650
2009 (9) Band 5 1.100.000 291.500
2010 (10) Band 3,5 577.451 204.050
2011 (11) Band 3 550.560 174.705
2012 (12) Band 2 367.040 120.408
2013 (13) Band 3,9 724.674 241.632
2014 (14) Band 2,9 560.514 189.082
2015 (15) Band 2,2 435.956 147.648

(1)Equivalência de um ponto: 55.000 telespectadores e 35.000 domicílios
(2)Equivalência de um ponto: 80.000 telespectadores e 47.500 domicílios
(3)Equivalência de um ponto: 80.000 telespectadores e 48.489 domicílios
(4)Equivalência de um ponto: 168.652 telespectadores e 48.500 domicílios
(5)Equivalência de um ponto: 170.000 telespectadores e 47.500 domicílios
(6)Equivalência de um ponto: 176.000 telespectadores e 52.300 domicílios
(7)Equivalência de um ponto: 178.300 telespectadores e 54.400 domicílios
(8)Equivalência de um ponto: 220.000 telespectadores e 55.500 domicílios
(9)Equivalência de um ponto: 220.000 telespectadores e 58.300 domicílios
(10)Equivalência de um ponto: 164.986 telespectadores e 58.300 domicílios
(11)Equivalência de um ponto: 183.520 telespectadores e 58.235 domicílios
(12)Equivalência de um ponto: 183.520 telespectadores e 60.204 domicílios
(13)Equivalência de um ponto: 185.814 telespectadores e 61.952 domicílios
(14)Equivalência de um ponto: 193.281 telespectadores e 65.201 domicílios
(15)Equivalência de um ponto: 198.162 telespectadores e 67.113 domicílios

No gráfico abaixo, o ranking detalhado de telespectadores do concurso Miss Brasil entre 1986 e 2015:

RANKING DETALHADO DE AUDIÊNCIA INDIVIDUAL DO CONCURSO MISS BRASIL NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 1986 e 2002 a 2015
Posição Ano Rede Telespectadores
1 1986 SBT 1.267.000
2 2004 Band 1.180.564
3 2009 Band 1.100.000
4 2006 Band 1.056.000
5 2005 Band 1.020.000
6 2008 Band 946.000
7 2007 Band 802.350
8 2013 Band 724.674
9 2010 Band 577.451
10 2014 Band 560.514
11 2003 Band 560.000
12 2011 Band 550.560
13 2015 Band 435.956
14 2002 Rede TV! 400.000
15 2012 Band 367.040

No gráfico abaixo, o ranking das 10 maiores audiências do concurso Miss Brasil na Grande São Paulo, em número de telespectadores, nos últimos 30 anos:

AS 10 MAIORES AUDIÊNCIAS INDIVIDUAIS DO CONCURSO MISS BRASIL NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 1986 e 2002 a 2015
Posição Ano Rede Telespectadores
1 1986 SBT 1.267.000
2 2004 Band 1.180.564
3 2009 Band 1.100.000
4 2006 Band 1.056.000
5 2005 Band 1.020.000
6 2008 Band 946.000
7 2007 Band 802.350
8 2013 Band 724.674
9 2010 Band 577.451
10 2014 Band 560.514

De acordo com o levantamento do Críticas, a média de audiência domiciliar do concurso Miss Brasil caiu 90% desde a eleição de Deise Nunes como Miss Brasil em 1986. No gráfico abaixo, o ranking detalhado das médias domiciliares do concurso no período:

RANKING DETALHADO DE MÉDIAS DOMICILIARES DO CONCURSO MISS BRASIL NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 1986 e 2002 a 2015
Posição Ano Rede Média
1 1986 SBT 22
2 2003 Band 7
2(e) 2004 Band 7
4 2005 Band 6
4(e) 2006 Band 6
6 2002 Rede TV! 5
6(e) 2009 Band 5
8 2007 Band 4,5
9 2008 Band 4,3
10 2013 Band 3,9
11 2010 Band 3,5
12 2011 Band 3
13 2014 Band 2,9
14 2015 Band 2,2
15 2012 Band 2

A audiência domiciliar registrada pelo concurso Miss Brasil 1986 é a maior na era dos peoplemeters e a quinta na série histórica iniciada em 1982. No gráfico abaixo, estão listadas as 10 maiores médias domiciliares do certame entre 1986, 2002 e 2015:

AS 10 MAIORES MÉDIAS DOMICILIARES DO CONCURSO MISS BRASIL NA GRANDE SÃO PAULO
Os dados são referentes às edições de 1986 e 2002 a 2015
Posição Ano Rede Média
1 1986 SBT 22
2 2003 Band 7
2(e) 2004 Band 7
4 2005 Band 6
4(e) 2006 Band 6
6 2002 Rede TV! 5
6(e) 2009 Band 5
8 2007 Band 4,5
9 2008 Band 4,3
10 2013 Band 3,9

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Nossas Venezuelas, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s