Concurso Miss Universo 2015 não pode prescindir da figura do apresentador


Judeus Ari Emanuel e Patrick Whitesell estão brincando com coisa séria. E desrespeitando uma instituição importante do evento

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

GlobalBeauties/Reprodução


Legado de Bob Barker para o concurso não pode ser jogado no lixo

A aquisição, por US$ 28 milhões, no dia 14 de setembro, da Miss Universe Organization por parte dos empresários judeus/democratas Ari Emanuel e Patrick Whitesell junto à Trump Organization parece estar gerando seu primeiro efeito colateral para um dos lados envolvidos. Na outra ponta da linha, a FOX, rede de TV aberta que conseguiu um contrato quinquenal de US$ 67 milhões com a WME/IMG para transmitir o certame, ainda não abriu a boca para ver se libera algum dos apresentadores de seus escassos realities de competição para servir de mestre de cerimônias da final televisionada do próximo dia 20 (domingo), no teatro The AXIS do Planet Hollywood Resort and Casino, em Las Vegas. Fazer Ryan Seacrest (do quase morto American Idol) e Cat Deeley (So You Think You Can Dance) se juntarem ao time que vai de Bob Russell a Thomas Roberts, passando obrigatoriamente pelo longevo Bob Barker (1967-1987) e da recém finada Jayne Meadows a Natalie Morales virou uma questão de honra para a emissora da família Murdoch, apesar dos contratemos verificados na divulgação de fotos de candidatas nacionais, a qual já está se mostrando um verdadeiro escárnio contra algumas coordenações – Brasil incluso.
Em 63 edições do Miss Universo (computando a tardia edição de 2014, realizada em janeiro último), 22 homens e nove mulheres passaram pelos palcos centrais servindo como apresentadores. Se contarmos apenas a fase televisionada, iniciada em 1960, a conta cai para 20 e 9, quase na mesma proporção. Entre os comentaristas, apenas cinco homens exerceram essa função contra 25 mulheres. É uma biografia que, ao que parece, a patota de Emanuel/Whitesell quer jogar fora, Essa gente já está brincando com coisa séria e isso é muito grave para a instituição do concurso Miss Universo. Não se pode deixar 81 candidatas zanzando no The AXIS com um cara de cabine anunciando isso ou aquilo outro.
O silêncio da “nova” Miss Universe Organization para com a definição dos apresentadores do concurso Miss Universo 2015 é um exemplo da falta de sintonia entre a emissora que detém a geração da transmissão internacional de imagens – a FOX – com os novos donatários do concurso – a WME/IMG, de Emanuel e Whitesell. Não pega bem para uma empresa especializada em fazer Lollapalooza posar de quitandeira de esquina quando vai estrear na organização de concursos de beleza. É um ambiente pior ao que a Band teve ao passar as chaves da etapa brasileira para uma empresa de televendas, a Polishop, apenas para assegurar caixa ao concurso de 2015. Juridicamente, isso seria o caso de denunciar a presidenta da entidade, Paula Shugart, aos órgãos de defesa do consumidor. Mãs, no frigir dos ovos, do eggs and bacon, a culpada não será ela e sim os donos do curral missológico.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Artigos, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Concurso Miss Universo 2015 não pode prescindir da figura do apresentador

  1. Pingback: Depois de 15 anos, um negro (e comediante) vai apresentar o concurso de Miss Universo | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s