Quatro das cinco finalistas do Miss Brasil 2015 vieram de Estados onde Aécio venceu no 2º turno em 2014


Apenas Manoella Alves, do Rio Grande do Norte, representou Estado onde a presidenta Dilma derrotou o chefe da quadrilha tucana

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise
(Atualizado em 4/12/2015 às 19h46)

Miss Universe Organization/Divulgação


Marthina Brandt representou cidade (Vale Real) e Estado (Rio Grande do Sul) vencidos por comandante do impeachment da presidenta Dilma

Das cinco finalistas do concurso Miss Brasil 2015, realizado no dia 18 de novembro (quarta-feira), no Citibank Hall, em São Paulo, quatro vieram de Estados onde o presidente do PSDB, o senador Aécio Neves (MG), venceu a disputa para a Presidência da República no segundo turno de 2014. De acordo com dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral, o principal articulador para o impeachment da presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT) obteve, só no Rio Grande do Sul, Estado da candidata eleita para representar o país no Miss Universo 2015, Marthina Brandt, 53,33% dos votos válidos contra 46,47% dados à petista. Em números absolutos, Aécio obteve 3.452.455 votos contra 2.997.360 dados a Dilma no Estado gaúcho.
Já na cidade natal de Brandt, Vale Real (região serrana de Montenegro), de acordo com o TSE, Aécio também venceu, mas com uma margem percentual maior sobre Dilma: 60,36% a 39,64% dos votos válidos. De um total de 3.572 eleitores cadastrados no município da candidata brasileira ao título de Miss Universo 2015, 2.156 votaram em Aécio e 1.416 votaram em Dilma.

Santa Catarina

Em Palhoça, cidade natal da segunda colocada no Miss Brasil 2015, Sabrina Meyer, Aécio venceu Dilma por 63,20% dos votos válidos contra 36,80% dados a Dilma. De acordo com o TSE, em todo o Estado de Santa Catarina, Aécio teve 64,59% dos votos válidos contra 35,41% dados à presidenta reeleita. Em números absolutos, Aécio teve 2.469.079 votos contra 1.363.808 votos dados à petista em todo o Estado. Na cidade natal de Meyer, de um total de 77.292 eleitores, 48.851 votaram no presidente do PSDB e 28.441 votaram pela reeleição da atual presidenta.

São Paulo

Estado governado pelo PSDB desde 1995 e que não vê um título de Miss Brasil desde 1994, São Paulo teve na ribeirão-pretana Jéssica Voltolini a terceira colocação na disputa do título de Miss Brasil 2015. De acordo com o TSE, Aécio Neves teve 64,31% dos votos válidos no segundo turno presidencial de 2014, contra 35,69% dados à presidenta Dilma. Em números absolutos, Aécio teve 15.296.289 votos contra 8.488.383 dados à petista.
Na cidade natal de Voltolini, notória apoiadora de Aécio, o tucano teve 69,94& dos votos válidos contra 30,06% dados a Dilma. Em números absolutos, Aécio teve 219.751 votos contra 94.445 dados à presidenta reeleita.

Mato Grosso

Também finalista no Miss Brasil 2015, porém sem chegar ao grupo final de coroação, a cuiabana Camila Della Valle comprovou o fel de sua resposta ao tratar de “conduta ilibada” como forma de atacar o PT, defender o impeachment da presidenta Dilma e a satanização dos movimentos sociais que a apoiam. Segundo o TSE, Aécio teve 864.999 votos dos matogrossensess (54,67% dos votos válidos) contra 717.230 dados a Dilma (45,33% dos votos válidos). Só na cidade natal de Della Valle, Cuiabá, o tucano teve uma vitória apertada sobre a presidenta reeleita: 164.820 votos (52,25%) contra 150.605 (47,75%).

Rio Grande do Norte

Também fora do quadro de três classificadas para a disputa final da coroa, a potiguar Manoella Alves foi a única candidata estadual que representou Estado onde a presidenta Dilma Rousseff venceu Aécio Neves na votação local. De acordo com o TSE, Dilma teve em todo o Rio Grande do Norte 69,96% dos votos válidos contra apenas 30,04% dados a Aécio Neves. Em números absolutos, a petista teve 1.201.576 votos contra 516.011 dados ao ex-governador mineiro. Na cidade que a paulista de Praia Grande Manoella representou no concurso estadual realizado em 17 de julho, Natal, Dilma venceu Aécio por 58,03% dos votos válidos contra 41,97%. Em números absolutos, a petista derrotou o comandante de seu processo de impeachment por 222.777 votos contra 181.154.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Nossas Venezuelas, Poderes ocultos, Podres poderes, Projetos especiais e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Quatro das cinco finalistas do Miss Brasil 2015 vieram de Estados onde Aécio venceu no 2º turno em 2014

  1. Pingback: A líder do Cansei, Marthina Brandt comete gafe, admite book rosa em misses e defende impeachment de Dilma | TV em Análise Críticas

  2. Pingback: Eliminação de Marthina Brandt do top 10 do Miss Universo 2015 é derrota para grupos pró-impeachment | TV em Análise Críticas

  3. Pingback: Dono da Polishop é contra criação de empresa exclusiva para promover o concurso Miss Brasil a partir de 2016 | TV em Análise Críticas

  4. Pingback: O perigo neofascista que vem do Instagram de Marthina Brandt após o Golpe contra Dilma avançar para o Senado | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s