Comercial de 30 segundos em Blindspot começa valendo menos do que o Monday Night Football


Constatação é da revista especializada Advertising Age

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

Virginia Sherwood/NBC/Divulgação/21.09.2015


Jane Doe vale menos quanto pesa aos olhos dos publicitários

Se sua audiência já foi sofrível logo no piloto levado ao ar no dia 21 de setembro, Blindspot começou com outra péssima notícia, desta feita do mercado publicitário. Embora tenha seu comercial de 30 segundos valendo US$ 209.700, a trama de ação que a NBC escalou para a faixa das 22h de segunda-feira na fall-season 2015 começou valendo a metade do que o canal pago ESPN cobra para um comercial de 30 segundos no Monday Night Football. De acordo com levantamento da revista especializada Advertising Age, o anúncio no último jogo de rodada de temporada regular da NFL, a principal liga de futebol americano dos Estados Unidos, não sai por menos de US$ 400 mil.
Para que Blindspot não sofra mais impactos com o Monday Night Football, a NBC decidiu, por precaução, conceder temporada completa à trama protagonizada por Jaimie Alexander. A emissora tomou a medida se escorando nas médias de audiência obtidas com as gravações vistas até três dias após sua exibição original, que salvaram a trama de uma degola precoce de cancelamento. A proliferação dos DVRs (aparelhos de DVD para gravação) nos Estados Unidos também contribuiu para inflar os combalidos números da estreia de Code Black, da CBS, com perspectiva de temporada completa já assegurada.
Além de Blindspot, em exibição no Brasil pelo canal pago Warner e distribuída internacionalmente pela Warner Bros. International Television Distribution, outras duas produções de TV aberta já asseguraram temporadas completas no início da temporada televisiva americana 2015-2016: Quantico (ABC, distribuição internacional da Disney Media Distribution e estreia no Brasil no canal pago AXN no dia 26) e Rosewood (FOX, distribuição internacional da 20th Century Fox Television Distribution).
Apesar dos pesares, Blindspot é o décimo programa com o intervalo comercial maio caro neste início de temporada televisiva americana entre as redes abertas. Fica atrás de Scandal (ABC, US$ 224.599), The Voice – edição de terça-feira (NBC, US$ 233.720), Modern Family (ABC, US$ 239.993), a edição de segunda-feira do Voice (NBC, US$ 240.502), How to Get Away with Murder (ABC, US$ 252.934), The Big Bang Theory (CBS, US$ 348.300), Thursday Night Football (CBS, US$ 464.625), Empire (FOX, US$ 497.364) e Sunday Night Football (NBC, US$ 603.000).

Anúncios

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Publicidade, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Comercial de 30 segundos em Blindspot começa valendo menos do que o Monday Night Football

  1. Pingback: O ranking detalhado das audiências americanas das estreias das 21 novas séries da fall-season 2015 | TV em Análise Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s