As indicações ao 67º Primetime Creative Arts Emmys nas categorias de música e coreografia


Realities monopolizam única categoria de dança do “Oscar do horário nobre americano”

Da redação TV em Análise

Reuters/22.09.2013


Derek Hough à claque: “Vocês querem mais o quê? Batatas?”

Bastante esvaziada, a área de coreografia do 67º Primetime Emmy vê sua concorrência ficar cada ano mais restrita aos dois únicos realities de competição de dança existentes na televisão americana, Dancing with the Stars e So You Think You Can Dance. Após ser varrida do Oscar, a coreografia praticamente perdeu espaço nas premiações de Hollywood, passando a ser estigmatizada como coisa de musical da Broadway.
Na única vez em que a área de coreografia entrou no programa principal do Primetime Emmy, em 2013, DWTS e SYTYCD tiveram como concorrente uma adaptação teleteatral de Rodgers & Hammerstein’s Carousel, veiculada pela PBS. Deu a lógica e Derek Hough acabou vencendo sua estatueta. Com a coreografia colocada no programa do Primetime Creative Arts Emmys, que acontece neste ano no próximo sábado (12), no Microsoft Theatre, em Los Angeles (uma semana antes da premiação principal), os realities de competição se assenhoraram da única área que sobrou para a dança no denominado “Oscar do horário nobre da televisão norte-americana”.
Nas categorias de música, chama a atenção as indicações conseguidas pelo casal de compositores Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez, da irritante Let it Go, de Frozen, em dois trabalhos de música e letra original para televisão: Kiss An Old Man, de um episódio de The Comedians, e Moving Pictures, que entrou no programa da transmissão da 87ª festa de entrega do Oscar, realizada em fevereiro. Por programa ou série, o Oscar está empatado em número de indicações na área de música com Tyrant, cuja fraqueza de seu enredo e elenco confinaram a trama do israelense Gideon Raff (Homeland, Hatufim) apenas a concorrer nas áreas de música. Abaixo, a lista detalhada de indicados nas seis categorias competitivas sob supervisão da Society of Composers and Lyricists e Society of Dancers and Choreographers:

CATEGORIAS DE MÚSICA

Trilha dramática original em minissérie, telefilme ou especial
Sean Callery – 24: Live Another Day (11:00 a.m. – 12:00 p.m.)
Mac Quayle – American Horror Story: Freak Show (Orphans)
William Ross – Away and Back
Rachel Portman – Bessie
Kevin Kliesch – Sofia, the First: The Curse of Princess Ivy
Dominik Scherrer – The Missing (Eden)

Trilha dramática original em série
Duncan Thum – Chef’s Table (Francis Malmann)
Jeff Beal – House of Cards (Chapter 32)
Bear McCreary – Outlander (Sassenach)
Abel Korzeniowski – Penny Dreadful (Closer Than Sisters)
Maurizio Malagnini – The Paradise (Episode 8)
Jeff Danna e Mychael Danna – Tyrant (Pilot)

Direção musical
Matthew Sklar e Christopher Guardino – Elf: Buddy’s Musical Christmas
David Chase – Peter Pan Live!
Gregg Phillinganes – Stevie Wonder: Songs in the Key of Life – An All-Star Grammy Salute
Alan Gilbert – Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street (Live From Lincoln Center)
Rob Berman e Rob Mathes – The Kennedy Center Honors
Stephen Oremus – 87º Oscar

Música original de abertura
Marco Polo
Penny Dreadful
Texas Rising
The Dovekeepers
Transparent
Tyrant

Música e letra original
This Time (Glee/Dreams Came True, de Darren Criss)
You Gotta Believe (How Murray Saved Christmas, de Walter Murphy e Mike Reiss)
Girl, You Don’t Need Make Up (Inside Amy Schumer/Cool with It, de Kyle Dunningan e Jim Roach)
Come Join the Murder (Sons of Anarchy/Papa’s Goods, de Bob Thiele, Kurt Sutter e Jake Smith)
Kiss An Old Man (The Comedians/Celebrity Guest, de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez)
Moving Pictures (87º Oscar, de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez)

CATEGORIAS DE COREOGRAFIA

Coreografia
Witney Carson – Dancing with the Stars (Rotinas: 369, It’s Not Unusual e Sing with a Swing-Apache)
Derek Hough, Julianne Hough e Tessandra Chavez – Dancing with the Stars (Rotina: Elastic Heart)
Travis Wall – So You Think You Can Dance (Rotinas: Wave, When I Go e With Beneath My Wings)
Sonya Tayeh – So You Think You Can Dance (Rotinas: Vow, So Broken e Europe, After the Rain)
Spencer Liff – So You Think You Can Dance (Rotinas: Hermando’s Hideaway, World on a String e Maybe This Time)

No próximo texto: As indicações nas categorias de animação (The Animation Guild), dublagem e narração

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Áreas técnicas, Premiações e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s