Assunto da semana: Quem pode enfrentar a presidenta Selina Meyer?


Nomes a serem batidos no 67º Primetime Emmy de atriz cômica

Netflix/Divulgação/04.11.2014

Mais difícil de todas as categorias de atuação principal do 67º Primetime Emmy, a área de melhor atriz em série cômica tem três nomes muito importantes a serem considerados. O primeiro deles, com mais carga, é Lily Tomlin, 76, que vai para sua 22ª indicação na carreira, com quatro vitórias como roteirista de especiais de variedades, uma por narração de documentário e outra por produção de programa de variedades. Como a Frankie de Grace and Frankie, Tomlin não é nem a sombra de Jane Fonda, a Grace, esquecida na disputa.

David M. Russell/Showtime/Divulgação/27.06.2015

Injustiça à parte com Fonda posta em pauta, a estreia de Tomlin como indicada em uma série regular (após cinco indicações como atriz de especiais de variedades, uma de atriz de minissérie e duas de atriz convidada em série dramática) não é grande coisa ante as seis indicações consecutivas de Edie Falco (incluindo as duas temporadas iniciais acumuladas) por Nurse Jackie, que acabou de acabar. “Eu não sou comediante”, dizia a egressa da Família Soprano na única estatueta que levou por Nurse, em 2010. E não o é mesmo.

HBO/Divulgação/28.03.2015

Na mão oposta de Edie Falco, Lisa Kudrow vai para sua 11ª indicação ao Primetime Emmy e a segunda por The Comeback apenas com a pecha de ser associada às reprises diárias de Friends (de onde vieram seis de suas indicações anteriores). É um peso contra, porque assim como ocorre como Matt LeBlanc (Episodes), neutraliza seu trabalho mais recente em séries cômicas. Fora desse ramo, Kudrow acumula duas indicações consecutivas como produtora de reality documentário e uma por especial de curta metragem.

HBO/Divulgação/14.06.2015

Do grupo restante de indicadas a atriz em série cômica, a mais benquista em sua categoria em anos recentes pelos jurados da Academia Nacional de Televisão (NATAS, na sigla em inglês) é Julia Louis-Dreyfus. Desde 2012, a ex-aluna do Saturday Night Live e Seinfeld tem praticamente interditado a concorrência em seu segmento. Difícil pensar em qualquer chance para uma novata chamada Amy Schumer e seu show do Comedy Central ou a carga de seis indicações seguidas para Amy Poehler em Parks and Recreation. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (6/9)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Atuação, Coluna da Semana, Premiações, Séries e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s