Assunto da semana: De Grace a Bessie, Jesus e filmes para TV


Para o 67º Primetime Emmy de telefilme a cobrança é bem menor

HBO/Divulgação/16.05.2015

Embora metade das seis produções indicadas ao 67º Primetime Emmy na categoria de melhor telefilme permaneça inédita por aqui, a área tem destaques importantes. Sem recorrer a conversa de crítico de cinema, Bessie, da HBO, é de longe a principal aposta deste segmento, que recebeu 38 inscrições, numa leva que incluía até mesmo porcarias como Sharknado 2 e babaquices natalinas como BoJack Horseman e Signed, Sealed, Delivered for Christmas. Na apuração das indicações, a qualidade artística foi peso forte.

Prashant Gupta/HBO/Divulgação/20.11.2014

Sem a pressão das séries, a área de telefilme tem apenas o compromisso com a excelência artística das peças que foram escolhidas para a fase final de votação. Fora Bessie, a HBO também tem na concorrência o tal especial de encerramento da fraquíssima Hello Ladies, do inglês Steven Merchant (da versão original de The Office), intitulado Hello Ladies: The Movie. É coisa para cumprir tabela, tal qual vai fazer CSI, para encerrar as atividades depois de 15 temporadas. Chances de levar estatuetas? Poucas, mas não tanto.

Lifetime/Divulgação/25.02.2013

Para não falarmos aqui da atuação de Queen Latifah (que concerne ao segmento respectivo), a concorrência de Bessie, Hello Ladies e da própria HBO se refina na quase obscura Grace of Monaco, enésima biografia televisiva que se faz da vida de Grace Kelly (1929-1982), desta feita com a competência de Nicole Kidman, que dispensa maiores apresentações e credenciais. Produção da Lifetime, a película teve toda a pompa de pré-estreia em alguns festivais europeus de cinema, mas só estreou na TV em 31 de maio.

National Geographic Channel/Divulgação/27.03.2015

Óbvio que a flexibilização das regras do 67º Primetime Emmy beneficiou Grace, para que tivesse exibição reservada aos membros da Academia de Televisão antes de sua estreia, no fim da janela de elegibilidade, quase batendo na trave. Embora eu tenha acompanhado apenas o trecho da narração final de Kelsey Grammer, Killing Jesus, do NatGeo, também não deixa a desejar, mas fica atrás de seus concorrentes no quesito de lobby. Agatha Christie’s Poirot: Curtain, Last Case e Nightingale completam o ciclo de concorrentes. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (9/8)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Minisséries e telefilmes, Premiações e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s