Assunto da semana: Nada muda no jogo


Submissões ao 67º Primetime Emmy de competição são previsíveis

Spike TV/Divulgação/10.06.2015

A alta quantidade de programas inscritos (53) na categoria de melhor reality de competição do 67º Primetime Emmy apenas mostra a que grau vai acabar a relação de indicados, a ser anunciada no dia 16 (quinta-feira), em Los Angeles. A despeito de uma novidade isolada chamada Lip Sync Battle, nada deve mudar no contexto da disputa, centrado há anos por The Voice, American Idol, Dancing with the Stars, Top Chef, Project Runway e So You Think You Can Dance. Nada vai mudar esse discurso.

Trae Patton/NBC/Divulgação/22.12.2014

Desde a instituição da categoria em 2003, é a primeira vez que, dentre uma leva considerável de realities produzidos pelas emissoras americanas se saia da lista de submissões com tamanha previsibilidade. Previsibilidade essa atestada pelo grupo votante desse segmento para determinar os indicados, que desde 2011 são em número de seis. Desde que Voice entrou no circuito em 2012, o conservadorismo da turma que indica os realities de competição não sai do óbvio: programa musical, de moda, de dança com subcelebridades…

Barbara Nitke/Lifetime/29.10.2014

Na tônica do mesmo discurso, uma quarta indicação consecutiva do sexteto Amazing Race/DWTS/Project Runway/SYTYCD/Top Chef/Voice representará apenas o pensamento de parcela dos membros do Producers Guild of America (PGA) de manter a mesma linha de indicações também na sua premiação sindical, realizada em janeiro. Não significa retrocesso, mas manter a chatice de uma categoria cujos indicados já estão na boca da ala mais intelectualizada dos Primetime Emmys: a que implode o For Your Consideration.

NBC/Divulgação/05.08.2014

De nada adiantarão os esforços de uma ala das baianas de produtores, jurados e apresentadores dos realities escamoteados do Primetime Emmy, como o America’s Got Talent de tirar alguma casquinha do bom momento vivido pelo sexteto desse segmento. É coisa intocável e ponto final. Há quem defenda que The Bachelor tenha chance alguma de indicação. Nem na Lua. Mesma linha de raciocínio deve se tirar da montanha de submissões dos realities dos canais pagos fora do sexteto. É uma coreografia planejada. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (12/7)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Premiações, Reality-shows e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s