Assunto da semana: A colheita da safra da Nielsen Ratings


Dois panoramas para o top 50 da audiência americana 2014-2015

Al Bello/Getty Images/23.11.2014

A lista dos 50 programas mais vistos da TV aberta americana na temporada 2014-2015, divulgada pela Nielsen no dia 21 de maio, não apresentou mudanças na liderança, encabeçada mais uma vez pelo Sunday Night Football da NBC (cá retransmitido pela ESPN e Esporte Interativo). Nem em número de telespectadores, tampouco na média entre os telespectadores na faixa de 18 a 49 anos, considerada crucial para as decisões do mercado publicitário. Entre os programas roteirizados, cabe colocar dois ambientes completamente distintos.

Michele K. Short/CBS/Divulgação/22.09.2014

Num ponto, o de aferição de telespectadores, The Big Bang Theory manteve a dianteira, seguido de NCIS e NCIS: New Orleans, todos da CBS. E coube a NCIS: NOLA registrar o posto de série novata com maior número de telespectadores, seguida de Empire, da FOX, e do Thursday Night Football, da CBS, em cadeia com o canal a cabo da NFL, liga profissional de futebol americano mais importante dos Estados Unidos. Entre os realities, Dancing with the Stars continuou a desbancar o The Voice. Até certo ponto.

Richard Cartwright/CBS/Divulgação/01.10.2014

Na virada para a lista das maiores médias entre os telespectadores na faixa 18-49, constata-se um embola de médias a partir da 25ª colocação, ocupada por cinco programas: Mom (CBS), American Idol (FOX), Black-ish, Under the Dome e NCIS. No fundo da tabela, a 46ª colocação é dividida por oito programas: The Big Bang Theory, a já cancelada Stalker, a já encerrada Parenthood, Elementary, Shark Tank, as novatas Fresh Off the Boat e Marvel’s Agent Carter e o pré-jogo do Thursday Night Football. Complicou.

Chuck Hodes/FOX/Divulgação/07.01.2015

Na outra ponta da tabela, Empire (com exibição no Brasil agendada para agosto no canal pago FOX Life) assegurou a maior média nesse segmento de público. Mas por que só nesse segmento e não no público total, como o Ibope faz há anos no Brasil? Cabe uma explanação: em fevereiro, a Nielsen parou de emitir os boletins de audiência contabilizando as médias totais nacionais, fazendo a festa de uma casta de jornalistas que preferem a segmentação do que a amplitude da informação. É uma coisa que preocupa. Até domingo.

Publicação simultânea com o caderno Notícia da TV do Jornal Meio Norte que circula no domingo (7/6)

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Coluna da Semana, Ibopes da vida, Numb3rs e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s