Ausência de concorrentes deve facilitar a vida de Bogotá para sediar o Miss Universo 2015


Depois do colapso da narco-economia e dos “anos Escobar”, Concurso Nacional de Belleza passou a ser empresa e concursos de misses se profissionalizaram na Colômbia

João Eduardo Lima
Editor e criador dos blogs TV em Análise

El Espectador/22.08.2013


A PRAÇA DE TOURADAS, ENTRE OS GIGANTES DE CONCRETO
Ponto turístico da capital colombiana que as misses visitarão entre dezembro e janeiro

A definição de Bogotá como sede da 64ª edição do concurso Miss Universo é tida como líquida e certa para a Miss Universe Organization e para todas as partes envolvidas nas negociações – Ministério da Indústria e Comécrio, Corferias e a emissora responsável pela transmissão do concurso no país, a Caracol. Fala-se em um acerto conjunto com a RCN, emissora oficial do Miss Colômbia, mas não é por aí que a coisa deve andar.
A esta altura do campeonato é extremamente difícil falar em concorrentes para a capital colombiana. Seria uma hipocrisia entrar neste tópico. A pouco mais de oito meses do principal concurso de beleza do mundo, aceleram-se os passos para decidir, em velocidade de trem-bala, as questões concernentes ao contrato de organização do Miss Universo 2015, nos aspectos econômico, jurídico e de benefícios de exposição de mídia das cidades que receberão atividades com as mais de 80 candidatas nacionais esperadas.
Desde 2008, nenhuma edição do Miss Universo tem tido menos de 80 candidatas. É coisa para estimular ainda mais a já acirrada competição. Só a partir de 2011, quando sediou o concurso, o Brasil conseguiu tirar vantagem de classificar suas candidatas entre as 15 ou 16 semifinalistas. Tem uma coordenação nacional competente para isto, apesar das ressalvas e restrições colocadas na organização de sua etapa nacional, cujo câncer está nas etapas estaduais e municipais, boa parte em Estados das regiões Norte e Nordeste.
A ausência de outras cidades interessadas apenas deve reforçar o poder de fogo que o Concurso Nacional de Belleza passou a adquirir a partir dos anos 1990, sobretudo após a derrocada de Pablo Escobar (1949-1993), cujo cartel de tráfico de drogas tanta desgraça causou à Colômbia, principalmente no futebol. A superação de James Rodriguez, a vitória de Nairo Quintana no Giro D’Italia 2014 e a sagração de Paulina Vega como a atual Miss Universo fecharam uma trinca de bons momentos que o país viveu em 2014.
Como empresa, o Concurso Nacional de Belleza (CNB) movimenta a economia de Cartagena de Indias ao lado de outras 22 grandes empresas (incluindo filiais de transnacionais americanas de alimentação e petroquímica). Não recorre aos expedientes de desonestidade que a Enter e suas antecessoras no Miss Brasil fazem e fizeram desde 1954 (inclusive com trocas de favores e concessões de TV durante os governos militares de Geisel e Figueiredo). Trata o concurso de miss como coisa profissionalizada, não negócio de bandidos ou políticos da direita mais conservadora, reacionária, xenófoba e tacanha que incentiva panelaços da classe média alta e da elite branca contra presidentes trabalhistas como Lula e Dilma. Coloca o título de Paulina Vega no Miss Universo como resultado de uma política séria de investimentos, conjunto de anos de aprimoramento e aperfeiçoamento de uma fórmula que a vizinha Venezuela já se cansou de ditar.

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Força da Grana, Jóia da coroa, Projetos especiais, Todas as Venezuelas do mundo e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s