Cálculo do Ibope: Segunda parte da entrevista de Gugu com ex-goleiro Bruno teve 1,7 milhão de telespectadores


Em momento de pico, 2,3 milhões assistiram ao desabafo da mãe de Eliza Samúdio, cujos restos mortais permanecem desaparecidos

Da redação TV em Análise

Reprodução/Rede Record


Dona Sônia chamou Marcelo Adnet, William Waack, Renato Machado e seus Terroristas (Tiranos) Amestrados da C.I.A. americana às falas

A segunda e última parte da entrevista do ex-goleiro Bruno Fernandes ao apresentador Gugu Liberato, exibida na noite desta quinta-feira (19) pela Rede Record, foi vista por 1.783.458 telespectadores na Grande São Paulo, segundo dados preliminares do Ibope. Toda a edição de ontem do programa Gugu foi dedicada à repercussão do assunto, com a participação no palco de especialistas em direito penal e de segurança pública e a exibição de um depoimento gravado da mãe da modelo Eliza Samúdio, cujos restos mortais ainda não foram encontrados. O crime a que o ex-flamenguista foi condenado a 22 anos de reclusão ocorreu em maio de 2010, na região metropolitana de Belo Horizonte.
Na média, a atração, exibida das 22h30 à 0h25, registrou 9 pontos, para efeito de medição do número de telespectadores para esta reportagem. De acordo com o instituto, cada ponto equivale a 198.162 telespectadores na principal praça de decisões para o mercado publicitário brasileiro. No momento de pico, Gugu chegou a liderar com 2.397.760 telespectadores (12,1). O share domiciliar foi de 17,2%.
No entanto, os números apresentados são inferiores aos apresentados na primeira parte da entrevista, exibida na noite anterior, vista por 2.972.430 telespectadores (média de 15). O pico tinha sido de 3.150.775 telespectadores (15,9).

Sobre João Lima

Crítico de entretenimento desde 2001, João Eduardo Lima escreve no Jornal Meio Norte. Foi repórter de Regional, Polícia e Nacional. Em 2005, entrou no mundo da blogosfera independente com o pioneiro TV em Análise. Suas postagens sobre os bastidores do Miss Brasil-Miss Universo mostraram ao público um lado dos concursos de beleza que os organizadores não querem que você saiba. E, ainda por cima, querem, na base da mordaça, impedir você, leitor, contribuinte e pagador de impostos, de saber o que está por trás do manto vermelho da missologia nacional.
Esse post foi publicado em Ibopes da vida, Jornalismo, Variedades e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s